Terça, 01 de Dezembro de 2020
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Empresa trabalha para melhorar qualidade da água


09 Outubro de 2020 | 10h37 - Actualizado em 09 Outubro de 2020 | 12h15

M'banza Kongo - A Empresa Provincial de Água e Saneamento do Zaire (EPASZ) está a trabalhar, desde o princípio desta semana, na reparação da tubagem para melhorar a qualidade de água consumida há cerca de sete dias por moradores de alguns bairros periféricos da cidade de M'banza Kongo, capital da província.


O coordenador da comissão instaladora da EPASZ, Diasonama Nsoki, em declarações hoje à ANGOP, explicou que o surgimento de água turva nas torneiras dos bairros Sagrada Esperança, Martins Kidito e Álvaro Buta se deve às rupturas nas condutas de distribuição, provocadas por algumas empresas de construção civil que executam obras nessas zonas.

Apontou ainda as escavações feitas por alguns cidadãos para a construção de residências como também outros factores que concorrem para a danificação da tubagem e a consequente má qualidade de água que chega aos consumidores locais.

Para alterar o quadro, o coordenador pediu às empresas e aos cidadãos singulares para solicitarem às entidades competentes informações prévias, antes de executar qualquer trabalho de construção civil.

Informou que técnicos afectos à empresa chinesa CTCE (executora do projecto) já estão a trabalhar para reparar os danos provocados, frisando que a danificação da tubagem de água na zona periférica de M'banza Kongo tem sido uma constante.

Com capacidade de bombear mil e 50 metros cúbicos/hora, o sistema de captação, tratamento e distribuição de água potável da cidade de M'banza Kongo, erguido a partir do rio Lueji, entrou em funcionamento em Dezembro de 2019 e atende a pelo menos 45 mil e 171 consumidores, dos 155 mil 174 habitantes que da localidade.