Terça, 01 de Dezembro de 2020
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Restabelecida energia eléctrica no Muconda


09 Outubro de 2020 | 19h37 - Actualizado em 09 Outubro de 2020 | 19h37

Lunda-Sul: Vista parcial de Muconda Foto: Lino Guimarães

Muconda - Depois de dois meses, o município do Muconda voltou hoje a ter energia eléctrica, superada que está a dificuldade no acesso do combustível para abastecer o grupo gerador com capacidade de 1,2 megawatts.


 A administração local conseguiu recepcionar 37 mil litros de gasóleo da Empresa Pública de Produção de Electricidade (Prodel).

O fornecimento de energia, numa primeira fase, será das 8 horas às 15 e das 18 horas às 23.

Antes da reposição da energia eléctrica na municipalidade, a administração recorreu a pequenos geradores que funcionam à base de gasolina, com vista a atender áreas consideradas sensíveis, com maior realce para o hospital municipal e administração.

Em declarações à Angop, o administrador municipal adjunto do Muconda para área técnica e infra-estrutura, Martinho André, afirmou que a situação voltou a normalidade e alguns serviços que estavam pendentes vão arrancar sem sobressaltos.

O responsável fez saber que decorre na municipalidade trabalhos profundos da reestruturação da rede eléctrica domiciliária e pública, bem como a mobilização das famílias, no sentido de efectuarem os seus contratos e beneficiarem da energia, num universo de mais de três mil consumidores.

O município do Muconda, que dista a 191 quilómetros a nordeste da cidade de Saurimo, tem mais de 30 mil habitantes, distribuídos pelas comunas de Chiluange, Cassai Sul, Muriege e Muconda (sede comunal).