Quarta, 02 de Dezembro de 2020
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Utentes solicitam mais balcões de registo em Viana


08 Outubro de 2020 | 12h13 - Actualizado em 08 Outubro de 2020 | 12h13

Luanda - Munícipes de Viana, em Luanda, solicitaram, nesta quinta-feira, ao Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos o aumento de balcões de registo civil gratuito, para maior celeridade ao atendimento dos utentes.


Ouvidos pela Angop sobre os benefícios dos serviços gratuitos do registo civil, justificam que o atendimento no único balcão instalado na Administração Municipal não corresponde com a demanda.

Indicam que face a maior adesão do público, o número de balcões deve também ser acrescido para que a oferta seja de acordo com às necessidades.

Domingos José, um dos entrevistados, aponta a lentidão na execução dos processos, já que em três horas (das 8 às 11) são atendidas apenas cinco pessoas entre os 30 interessados que são registados diariamente.

O mesmo ponto de vista é defendido pela cidadã Inês Pascoal, natural da província da Lunda Norte, que se deslocou ao posto para registar um irmão de 24 anos de idade recentemente chegado a capital do país, Luanda.

Inês Pascoal aponta ainda a falta de organização da parte dos interessados que não conseguem criar condições para que sejam bem servidos pelos funcionários no momento exacto.

Os atendimentos são feitos as segundas e terças-feiras para crianças com idades compreendidas entre zero aos 13 anos, enquanto os adultos são atendidos as 4ª e 5ª.

A propósito das reclamações, fonte dos registos, que preferiu o anonimato, informou que o atendimento as crianças tem sido feito na sua totalidade, face a pouca procura, na ordem dos 35 a 40 petizes dia, enquanto para os adultos, com maior exigência de documentos comprovativos da sua cidadania, chega até aos 30 por dia.

A campanha, que iniciou a 8 de Julho deste ano, deverá prosseguir até 2022 para facilitar o registo dos angolanos sem documentos.

A campanha de massificação facilita o cidadão, que recebe, na hora, um documento único que serve de cédula, Assento de Nascimento e certidão, permitindo a obtenção do Bilhete de Identidade.