Quinta, 03 de Dezembro de 2020
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Moradores da Voanvola vislumbram inserção no ensino


16 Outubro de 2020 | 20h53 - Actualizado em 16 Outubro de 2020 | 20h53

Malanje - Uma escola de quatro salas está em construção, desde hoje, no bairro Voanvola, na província de Malanje, visando a inserção de parte dos dois mil cidadãos que se encontram fora do sistema de ensino na localidade.


Ao cargo da empreiteira nacional Engenium, a obra terá duração de quatro meses e contempla, entre outros compartimentos, área administrativa, quadra polidesportiva e espaço de lazer.

Será a primeira instituição do ensino primário neste bairro, a cerca de oito quilómetros a sul da cidade de Malanje, por se tratar de uma zona habitacional nova, e é uma oferta do Banco de Negócio Internacional (BNI), enquadrada na sua responsabilidade social, segundo a sub-gerente, Florinda da Paixão, que não revelou o orçamento.

Sublinhou que o acto visa fazer face as preocupações do governo local de expandir o ensino nas comunidades.

O lançamento da obra foi feito pelo vice-governador para o sector político, económico e social, Domingos Eduardo, tendo explicado que governo fará evoluir o projecto para uma escola de oito salas, no âmbito das acções a serem inscritas no orçamento de 2021 da província.