Terça, 01 de Dezembro de 2020
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

TPA ganha Cidade Técnica


18 Outubro de 2020 | 15h01 - Actualizado em 19 Outubro de 2020 | 12h31

Centro de Produção da TPA Foto: Pedro Parente

Luanda - A Televisão Pública de Angola (TPA) ganhou, neste domingo, uma Cidade Técnica, construída no seu Centro de Produção do Camama, em Luanda.


Designada Cidade Técnica Florindo Ramos, em homenagem ao profissional da estação com este nome, a mesma foi construída de raíz no espaço de cinco meses.

Inaugurada pelo ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social, Manuel Homem, a infra-estrutura, com cinco naves, comporta várias áreas, entre elas uma área social, ginásio e dormitórios para os funcionários que tiverem necessidade de pernoitar no Centro de Produção.

Visa dar resposta à necessidade de melhor acomodação dos meios técnicos da TPA e conforto aos profissionais da área técnica desta estação.

A infra-estrutura conta também com serviços de abastecimento directo das viaturas da empresa, que celebra hoje 45 anos desde a sua fundação.

Ao intervir no acto de corte da fita, o ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social, Manuel Homem, valorizou o espaço e o profissional que lhe dá o nome (Florindo Ramos).

"Neste momento, em que ele está em tratamento de recuperação do seu estado de saúde, desejamos rápidas melhoras e que consiga retornar a uma vida saudável na sociedade angolana", exprimiu.

A TPA foi fundada a 18 de Outubro de 1975.

Está presente na maioria dos lares de Angola, com três canais que emitem diariamente, designadamente: TPA 1, generalista e principal da estação, TPA 2, com enfoque para o entretenimento e juventude, e a TPA Internacional, para atender à diáspora angolana e não só, promovendo, deste modo, a imagem de Angola além-fronteiras.