Terça, 24 de Novembro de 2020
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Toyota vai formar mecânicos em Angola


16 Outubro de 2020 | 20h23 - Actualizado em 17 Outubro de 2020 | 10h29

Logotipo da TOYOTA Foto: Divulgação

Luanda - Uma academia voltada à formação de mecânicos para manutenção e reparação de automóveis da marca japonesaToyota foi inaugurada, esta sexta-feira, no Centro de Formação Profissional do Cazenga, em Luanda.


Resultado de um acordo entre os governos de Angola e do Japão, a academica vai, numa primeira fase, formar dez formadores em mecânica do Instituto Nacional do Emprego e de Formação Profissional (INEFOP), tutelado pelo ministério angolano da Administração Pública , Trabalho e Segurança Social.

Nos termos do acordo, os dez primeiros formadores devem cumprir um ano e meio de aperfeiçoamento profissional, sendo 16 meses em Angola e dois no Brasil.

A parceria estabelece para o ano de 2022, a abertura oficial da academia da Toyota de Angola nos centros do INEFOP. Nessa altura se espera que estajam já formados 20 formadores angolanos multiplicadores de conhecimento.

O mesmo entendimento prevê também o fornecimento de equipamentos, formação de formadores em áreas como o da construção civil  e metalomecânica, por via do Serviço Nacional de Aprendizagem  Industrial (SENAI).

O corte da fita coube ao  secretario de Estado do Trabalho e Segurança Social, Pedro Filipe, tendo sublinhado que o acto reflecte a preocupação do Governo angolano com a formação profissional.

"Existe um parque automóvel em Angola maioritariamente composto por viaturas desta marca, sendo assim, é opurtuna a visão do ministério em estabelecer parceria com a empresa Toyota", observou o secretariado de Estado.

O representante do embaixador do Japão em Angola, Tshimari Matsuchico, declarou que o governo e a Agência de Cooperação Internacional do seu país têm há vários anos uma parceria com o Centro de Formação Profissional  do Cazenga.

Trata-se de uma parceria em que se evidencia a transferência de tecnologia de qualidade, para o desenvolvimento dos recursos humanos, contribuindo para o crescimento social e a estabilidade da economia em Angola.

Por sua vez, o Presidente do Conselho de Administração da Toyota de Angola, Nuno Borgues, adiantou que os jovens seleccionados devem se empenhar na aprendizagem, pois serão preparados para prestar assistência a qualquer viatura da marca japonesa.

A cooperação entre Angola e o Japão teve início em 2009, tendo resultado, até ao momento, na formação de mais de  sete mil jovens angolanos.