Sexta, 04 de Dezembro de 2020
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Registo civil na Lunda Sul atinge 10% do previsto


21 Outubro de 2020 | 15h41 - Actualizado em 21 Outubro de 2020 | 15h41

Lunda Sul: Mais de 20 mil cidadãos obtêm registo civil em três meses Foto: Joaquina Bento

Saurimo - Vinte e seis mil e 92 cidadãos, na província da Lunda Sul, obtiveram desde Julho último até a presente data o registo civil, no quadro da campanha de massificação e atribuição de bilhete de identidade, correspondendo a 10% do total previsto até 2023, informou hoje o delegado provincial da justiça, Isidro Paulo.


No âmbito da referida campanha, a Delegação da Justiça e Direitos Humanos na Lunda Sul prevê emitir 250 mil e 683 cédulas e assentos de nascimento até 2023.

Em declarações à Angop, o responsável disse que no período em referência, foram igualmente emitidos pela primeira vez, sete mil e 921 bilhetes de identidades a nível da província.

Acrescentou que do total dos cidadãos registados e consequentemente a emissão de bilhete de identidade, o município de Saurimo registou 16 mil 949 cidadãos e emitiu sete mil 210 bilhetes de identidade.

Enquanto o Cacolo e Dala registaram, igualmente, mais de três mil pessoas e 670 emitiram bilhete de identidade.

Devido à escassez de combustível, o município do Muconda emitiu apenas 41 bilhetes e registou dois mil e 337 cidadãos.

A campanha na Lunda Sul está a ser garantida por 20 brigadas.

Com quatro municípios, Cacolo, Dala, Muconda e Saurimo, a província da Lunda Sul conta uma população estimada em 692 mil e 213 habitantes.