Sexta, 27 de Novembro de 2020
    |  Fale connosco  |   Assinante    
 

Companhia aérea privada estende serviços ao Huambo


02 Maio de 2019 | 14h14 - Actualizado em 02 Maio de 2019 | 14h14

Huambo - A companhia aérea comercial privada SJL Aeronáutica estendeu, a partir desta semana, os seus serviços à província do Huambo, apresentando-se como concorrente directa da TAAG-Linhas Aéreas de Angola, S.A, a única que operava nesta região.


Ao confirmar o facto hoje, quinta-feira, à ANGOP, o chefe de escala da empresa, NKosi-Mbala, informou que a ligação aérea Huambo/Luanda e vice-versa está a ser feita com uma aeronave do tipo Embraer 135, com capacidade para 40 passageiros.

Com excepção de quarta-feira, disse que a empresa tem um serviço em cada um dos dias da semana, estando, nesta primeira fase, a comercializar os bilhetes de passagem, ida e volta, a 60 mil kwanzas, contra os 78.828 da TAAG que não opera na segunda-feira.

Nkosi-Mbala afirmou que a empresa pretende, caso a demanda justifique, passar a operar com um aparelho de maior capacidade que o actual, anunciando, para este ano, a abertura das rotas Huambo/Bié e vice-versa, Huambo/Benguela e vice-versa.

A SJL Aeronáutica é uma companhia aérea angolana criada em 2005, com objectivo de operar voos comerciais e charter em Angola. No princípio tinha como foco o transporte aéreo de passageiros e mercadorias das províncias do norte do país (Cabinda, Uige e Zaire)

 Além da província do Huambo a empresa também opera na rota Luanda/Luena, Luanda/Dundu e Luanda/Saurimo. Desde 2010 que a província do Huambo deixou de contar com empresas privadas de transporte aéreo.