África do Sul anuncia assistência aos necessitados até Março de 2022

  • Presidente da África do Sul, Cyril Ramaphosa (Foto arquivo)
Pretória (da correspondente) – O Presidente sul-africano, Cyril Ramaphosa,  anunciou um leque de medidas para apoiar a recuperação da economia e proporcionar alívio aos pobres e os mais vulneráveis.

 

Falando à nação na televisão nacional na noite de domingo, o Presidente garantiu que o subsídio mensal de assistência social de 350 randes àqueles que não possuem meios próprios será restabelecido e prolongado até Março de 2022.

“Conseguimos dar resposta, graças à ligeira melhoria que vimos registando na nossa colecta de receitas”, afirmou.

O Chefe de Estado ressaltou que o seu governo está também a trabalhar num pacote de apoio às pequenas empresas, formais e informais, que não possuem seguro e que foram afectadas pelos motins registados recentemente em algumas partes das províncias de Gauteng e do Kwazulu-Natal.

 

Falando à nação na televisão nacional na noite de domingo, o Presidente garantiu que o subsídio mensal de assistência social de 350 randes àqueles que não possuem meios próprios será restabelecido e prolongado até Março de 2022.

“Conseguimos dar resposta, graças à ligeira melhoria que vimos registando na nossa colecta de receitas”, afirmou.

O Chefe de Estado ressaltou que o seu governo está também a trabalhar num pacote de apoio às pequenas empresas, formais e informais, que não possuem seguro e que foram afectadas pelos motins registados recentemente em algumas partes das províncias de Gauteng e do Kwazulu-Natal.