África do Sul: Ministro Jackson Mthembu vai a enterrar

Pretória (Da correspondente) – O corpo do ministro junto da Presidência para a área de Planificação, Avaliação e Monitorização da África do Sul, Jackson Mthembu, falecido nesta quinta-feira, aos 62 anos, devido a complicações relacionadas com a covid-19, vai a enterrar hoje num dos cemitérios de Witbank (Emalahleni), província de Mpumalanga.

O programa das exéquias a que a ANGOP teve acesso prevê uma cerimónia religiosa na Igreja Católica Romana, junto à sua residência na cidade de Ackerville - Emalahleni, em Mpumalanga (norte do país) na presença de apenas de 50 pessoas, devido à pandemia de covid-19 que afecta o país.

Depois do evento religioso, seguir-se-á a cerimónia de homenagens de várias entidades políticas e da sociedade civil do país.

Num comunicado lido pela porta-voz interina do Presidente Cyril Ramaphosa, Tyrone Seale, informa que o ministro Mthembu contribuiu imensamente para a luta de libertação como activista anti-apartheid, líder estudantil e sindicalista.

Foi porta-voz do Congresso Nacional Africano (ANC - sigla em inglês), o partido que suporta o governo, de 1995 a 1997 e de 2009 a 2014.

Membro do Comité  Executivo Nacional do ANC desde 2007. Liderou a bancada parlamentar do ANC na Assembleia Nacional de 2016 a 2019.

Jackson Mthembu foi nomeado ministro junto da Presidência após as eleições gerais de 2019.

O programa das exéquias a que a ANGOP teve acesso prevê uma cerimónia religiosa na Igreja Católica Romana, junto à sua residência na cidade de Ackerville - Emalahleni, em Mpumalanga (norte do país) na presença de apenas de 50 pessoas, devido à pandemia de covid-19 que afecta o país.

Depois do evento religioso, seguir-se-á a cerimónia de homenagens de várias entidades políticas e da sociedade civil do país.

Num comunicado lido pela porta-voz interina do Presidente Cyril Ramaphosa, Tyrone Seale, informa que o ministro Mthembu contribuiu imensamente para a luta de libertação como activista anti-apartheid, líder estudantil e sindicalista.

Foi porta-voz do Congresso Nacional Africano (ANC - sigla em inglês), o partido que suporta o governo, de 1995 a 1997 e de 2009 a 2014.

Membro do Comité  Executivo Nacional do ANC desde 2007. Liderou a bancada parlamentar do ANC na Assembleia Nacional de 2016 a 2019.

Jackson Mthembu foi nomeado ministro junto da Presidência após as eleições gerais de 2019.