Arcebispo Desmond Tutu premiado por obra sobre direitos humanos

  • Tribunal Europeu Do Direitos Humanos
Cidade do Cabo - O Arcebispo emérito sul-africano Desmond Tutu recebeu um reconhecimento pelo seu trabalho em prol dos direitos humanos.

Segundo a PANA, Desmond Tutu foi homenageado num evento online organizado pela Article3.org por ocasião do Dia dos Direitos Humanos.

Durante o acto, várias mensagens especiais foram transmitidas por amigos, incluindo Dalaï Lama e Graça Machel.

O poeta americano Marc Bamuthi Joseph descreveu Tutu como um "radical geracional" no evento, que incluiu igualmente uma discussão sobre o crescente autoritarismo no Mundo.

"O Arcebispo Tutu é um dos líderes mais firmes e comprometidos com os direitos humanos e a dignidade", disse Darian Swig, o fundador da Article3.org, numa declaração.

"Sempre falou e agiu em nome daqueles que mais precisam de uma voz e de uma luz. A vida de liderança e acção do Arcebispo Tutu é particularmente oportuna neste momento”, sublinhou.

O primeiro Dia dos Direitos Humanos ocorreu a 10 de Dezembro de 1948, com a adopção da Declaração Universal dos Direitos do Homem pela Assembleia Geral das Nações Unidas.

O Arcebispo anglicano da Cidade do Cabo, Thabo Makgoba, fez um discurso de aceitação em nome de Tutu.

Segundo a PANA, Desmond Tutu foi homenageado num evento online organizado pela Article3.org por ocasião do Dia dos Direitos Humanos.

Durante o acto, várias mensagens especiais foram transmitidas por amigos, incluindo Dalaï Lama e Graça Machel.

O poeta americano Marc Bamuthi Joseph descreveu Tutu como um "radical geracional" no evento, que incluiu igualmente uma discussão sobre o crescente autoritarismo no Mundo.

"O Arcebispo Tutu é um dos líderes mais firmes e comprometidos com os direitos humanos e a dignidade", disse Darian Swig, o fundador da Article3.org, numa declaração.

"Sempre falou e agiu em nome daqueles que mais precisam de uma voz e de uma luz. A vida de liderança e acção do Arcebispo Tutu é particularmente oportuna neste momento”, sublinhou.

O primeiro Dia dos Direitos Humanos ocorreu a 10 de Dezembro de 1948, com a adopção da Declaração Universal dos Direitos do Homem pela Assembleia Geral das Nações Unidas.

O Arcebispo anglicano da Cidade do Cabo, Thabo Makgoba, fez um discurso de aceitação em nome de Tutu.