Autoridade Líbia dos Meios de Comunicação dissolvida

Tripoli, - O Governo líbio anunciou terça-feira à noite a dissolução da Autoridade dos Meios de Comunicação no país, noticiou a Lusa.

Num comunicado emitido pelo Gabinete de Informação do primeiro-ministro líbio, lê-se que,  na sequência da dissolução, a tutela dos meios de comunicação social públicos, nomeadamente os canais Libya al Wataniya e Libya al Rasmia, e a Agência de Notícias Líbia (LANA), foi transferida para o Conselho de ministros.


O Canal Desportivo Líbio coube ao Ministério do Desporto e Juventude, a TV Amazigh ao Ministério da Cultura, e o canal Al-Hidaya a Dar al-Iftaa.
Quanto a Centro de Buscas e Estudos dos Meios de Comunicação, o canal satélite líbio Libya TV, Libya News Channel, o Centro para o Desenvolvimento de Novos Meios de Comunicação, a rádio Al-Shurruk e a rádio Libya, foram dissolvidos.


O Governo anunciou a formação de comissões para afetar empregados das instituições dissolvidas, de acordo com as suas especializações, para identificar os seus bens imobiliários e mobiliários.


O antigo presidente do Conselho Presidencial líbio, Fayez al-Sarraj, tinha nomeado, em outubro de 2020, um jornalista, Omar Bayou, para chefiar a Autoridade dos Meios de Comunicação líbios.

 

Num comunicado emitido pelo Gabinete de Informação do primeiro-ministro líbio, lê-se que,  na sequência da dissolução, a tutela dos meios de comunicação social públicos, nomeadamente os canais Libya al Wataniya e Libya al Rasmia, e a Agência de Notícias Líbia (LANA), foi transferida para o Conselho de ministros.


O Canal Desportivo Líbio coube ao Ministério do Desporto e Juventude, a TV Amazigh ao Ministério da Cultura, e o canal Al-Hidaya a Dar al-Iftaa.
Quanto a Centro de Buscas e Estudos dos Meios de Comunicação, o canal satélite líbio Libya TV, Libya News Channel, o Centro para o Desenvolvimento de Novos Meios de Comunicação, a rádio Al-Shurruk e a rádio Libya, foram dissolvidos.


O Governo anunciou a formação de comissões para afetar empregados das instituições dissolvidas, de acordo com as suas especializações, para identificar os seus bens imobiliários e mobiliários.


O antigo presidente do Conselho Presidencial líbio, Fayez al-Sarraj, tinha nomeado, em outubro de 2020, um jornalista, Omar Bayou, para chefiar a Autoridade dos Meios de Comunicação líbios.