Cinco países bloqueiam voos da África do Sul após novo coronavírus

Cidade do Cabo - Cinco países anunciaram segunda-feira que proibiram voos provenientes da África do Sul, depois da descoberta de uma nova variante do coronavírus.

Trata-se de Israel, Turquia, Alemanha, Arábia Saudita e Suíça.

Os cientistas sul-africanos confirmaram, na semana passada, que a nova variante pode fazer mais vítimas na segunda vaga do que na primeira.

Desde finais de Setembro, estabeleceram que a variante 501.V2 tem entre 10 e 20 novas mutações. Embora ainda não se saiba se é mais mortal, parece propagar-se mais rápido e algumas partes das províncias de Cabo Oriental e do Cabo Ocidental estão sob restrições de confinamento.

“Após a descoberta de uma nova variante mais contagiosa do coronavírus, no Reino Unido e na África do Sul, o Conselho Federal decidiu tomar medidas para prevenir a propagação desta nova estirpe do vírus”, declarou num comunicado.

"Todas as pessoas que entraram na Suíça provenientes dos dois países, desde 14 de Dezembro corrente, devem ficar em quarentena por 10 dias.

Os casos confirmados de covid-19, na África do Sul, aumentaram para 921.922, depois de 9.445 casos, nas últimas 24 horas, declarou o Departamento de Saúde no domingo. O número de mortes causadas pelo vírus é actualmente de 24.691.

Trata-se de Israel, Turquia, Alemanha, Arábia Saudita e Suíça.

Os cientistas sul-africanos confirmaram, na semana passada, que a nova variante pode fazer mais vítimas na segunda vaga do que na primeira.

Desde finais de Setembro, estabeleceram que a variante 501.V2 tem entre 10 e 20 novas mutações. Embora ainda não se saiba se é mais mortal, parece propagar-se mais rápido e algumas partes das províncias de Cabo Oriental e do Cabo Ocidental estão sob restrições de confinamento.

“Após a descoberta de uma nova variante mais contagiosa do coronavírus, no Reino Unido e na África do Sul, o Conselho Federal decidiu tomar medidas para prevenir a propagação desta nova estirpe do vírus”, declarou num comunicado.

"Todas as pessoas que entraram na Suíça provenientes dos dois países, desde 14 de Dezembro corrente, devem ficar em quarentena por 10 dias.

Os casos confirmados de covid-19, na África do Sul, aumentaram para 921.922, depois de 9.445 casos, nas últimas 24 horas, declarou o Departamento de Saúde no domingo. O número de mortes causadas pelo vírus é actualmente de 24.691.