Conselho Europeu reafirma apoio à organização de eleições livres e equitativas na Líbia

Trípoli - O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, afirmou o apoio da União Europeia (UE) à organização de eleições livres e equitativas para a estabilidade e paz na Líbia.

Durante um encontro, quarta-feira última, à margem da Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova Iorque, com o presidente do Conselho Presidencial Líbio, Mohamed al-Manfi, Michel sublinhou as contribuições de vários Estados-membros da UE através do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

Eleições gerais estão previstas para 24 de Dezembro próximo, em conformidade com o roteiro do Fórum do Diálogo Político Líbio.

Mas divergências sobre a adopção de uma base constitucional para as mesmas comprometem a sua organização.

Michel acrescentou, nessa ocasião, que a União Europeia continua dedicada à estabilidade da Libia, ao ajudar a estabelecer a democracia e as suas instituições.

Por sua vez, al-Manfi exprimiu a sua gratidão por todos os esforços europeus que visam apoiar o processo político na Líbia e restaurar a estabilidade e paz no país, contribuindo para os esforços conjuntos convista à reconciliação nacional e à organização das próximas eleições.

Durante um encontro, quarta-feira última, à margem da Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova Iorque, com o presidente do Conselho Presidencial Líbio, Mohamed al-Manfi, Michel sublinhou as contribuições de vários Estados-membros da UE através do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

Eleições gerais estão previstas para 24 de Dezembro próximo, em conformidade com o roteiro do Fórum do Diálogo Político Líbio.

Mas divergências sobre a adopção de uma base constitucional para as mesmas comprometem a sua organização.

Michel acrescentou, nessa ocasião, que a União Europeia continua dedicada à estabilidade da Libia, ao ajudar a estabelecer a democracia e as suas instituições.

Por sua vez, al-Manfi exprimiu a sua gratidão por todos os esforços europeus que visam apoiar o processo político na Líbia e restaurar a estabilidade e paz no país, contribuindo para os esforços conjuntos convista à reconciliação nacional e à organização das próximas eleições.