Covid-19: África do Sul atinge 92% de recuperações

Pretoria (Da correspondente) - A República da África do Sul, regista hoje um feito de realce ao atingir 92% de pessoas recuperadas da pandemia da covid-19.

A este propósito importa ressaltar que são 675 mil 593 os cidadãos que superaram o novo coronavírus, como deu a conhecer o ministro da saúde Zweli Mkhize.

O país contabiliza neste sábado  (07 de Novembro) 734 mil 175, depois de mil 761 novas infecções terem sido identificadas nas últimas horas.

A província de Gauteng continua a ser o epicentro da pandemia, com 229 mil 954 casos, seguida pelo Kwazuku-Natal que soma 123 mil 737doentes, Cabo Ocidental tem 118 mil 634 infectados ao que se junta o Cabo Oriental com 100 mil e 64 contágios.

Noutra escala temos a Covid-19 repartida pelas província de Free State (57.724) infectados, North West ( 33.778), Mpumalanga (30.157), Northern Cape (22.284) e por último o Limpopo que totaliza  (17.843) casos positivos de coronavírus.

Até ao presente momento 4 milhões, 940 mil 719 testes foram realizados dos quais 23 094 nas últimas 24 horas. As instituições privadas de saúde são responsáveis por 2.847 778 exames (58%), ao passo que o sector público responde por 2.092 941 análises, equivalente a (42%) do total geral.

O ministro Zweli Mkhize volta a deplorar a morte de 72 cidadãos por causas relacionadas a Covid-19, aumentando as fatalidades para  19 mil 749 perdas de vidas  humanas.

"Expressamos os nossos sentimentos de pesar a todas as famílias enlutadas e queremos agradecer todo o esforço empreendido pelos profissionais da saúde no trato para com os doentes que acabam de partir", sublinhou tristemente o titular da saúde da África do Sul.

A este propósito importa ressaltar que são 675 mil 593 os cidadãos que superaram o novo coronavírus, como deu a conhecer o ministro da saúde Zweli Mkhize.

O país contabiliza neste sábado  (07 de Novembro) 734 mil 175, depois de mil 761 novas infecções terem sido identificadas nas últimas horas.

A província de Gauteng continua a ser o epicentro da pandemia, com 229 mil 954 casos, seguida pelo Kwazuku-Natal que soma 123 mil 737doentes, Cabo Ocidental tem 118 mil 634 infectados ao que se junta o Cabo Oriental com 100 mil e 64 contágios.

Noutra escala temos a Covid-19 repartida pelas província de Free State (57.724) infectados, North West ( 33.778), Mpumalanga (30.157), Northern Cape (22.284) e por último o Limpopo que totaliza  (17.843) casos positivos de coronavírus.

Até ao presente momento 4 milhões, 940 mil 719 testes foram realizados dos quais 23 094 nas últimas 24 horas. As instituições privadas de saúde são responsáveis por 2.847 778 exames (58%), ao passo que o sector público responde por 2.092 941 análises, equivalente a (42%) do total geral.

O ministro Zweli Mkhize volta a deplorar a morte de 72 cidadãos por causas relacionadas a Covid-19, aumentando as fatalidades para  19 mil 749 perdas de vidas  humanas.

"Expressamos os nossos sentimentos de pesar a todas as famílias enlutadas e queremos agradecer todo o esforço empreendido pelos profissionais da saúde no trato para com os doentes que acabam de partir", sublinhou tristemente o titular da saúde da África do Sul.