Covid-19: África do Sul regista 104 novas mortes e 4.645 novas infecções

  • The Covid-19 virus
Pretória (Da correspondente) - Cento e quatro mortos, quatro mil e 645 novas infecções é o balanço dos casos de Covid-19 registados na África do Sul, desde o último balanço de sábado a que Angop teve acesso hoje, domingo.

 

 

 

Os dados apresentados dão conta de um total de 22 mil e 067 mortes e 810 mil 449 casos confirmados da pandemia, desde o seu início no país em Março de 2020.

 

Das 104 fatalidades relacionadas ao Coronavírus, 65 ocorreram na província de Cabo Oriental, 20 na vizinha Cabo Ocidental, sete em Gauteng, seis no Kwazulu-Natal, três em Mpumalanga e igual número no Estado Livre.

 

O ministro da Saúde sul-africano, Zwelini Mkhize, indicou que a distribuição total do número de casos positivos identificados, bem como o balanço de mortos por províncias, como se segue:

 

Gauteng (237 mil e 207 casos) e cinco mil e 039 mortos, Cabo Ocidental ( 138 mie 951) e quatro mil e 780 óbitos, Cabo Oriental (135 mil e 468) e 4 mil e 854 fatalidades, Kwazulu-Natal (130 mil e 560) e três mi e 388 mortes.

 

A seguir vem a província de  Estado Livre com  59 mil e 304 infecções e mil e 986 mortes, Noroeste (35 mil e 060) e 566 óbitos , Mpumalanga (31 mil e 677) e 617 mortos, Cabo Setentrional ( 23 mil e 414) e 325 óbitos e Limpopo com  18 mil e 808 casos positivos e 512 fatalidades, indicou a fonte.

 

De acordo com o ministro, o balanço geral de pessoas até aqui recuperadas é de 744 mil e 298, numa altura em que o país reporta cinco milhões 565 nil 928 testes 31 mil e 844 dos quais concluídos nas últimas 24 horas a seguir o balanço de sábado.

 

O país possui regista um total geral de 44 mil e 084 casos activos, sendo que as províncias que mais se destacam incluem Cabo Ocidental com (14 mil e 417, Cabo Oriental (oito mil e 536), Kwazulu-Natal (oito mil e 501), Estado Livre (cinco mil e 579), Gauteng (três mil e 127) e Cabo Setentrional (dois mil e 268).

 

Em menor escala temos as províncias do Noroeste que totaliza 765 casos activos, Mpumalanga (485) e por último o Limpopo com 406.

 

 

 

Os dados apresentados dão conta de um total de 22 mil e 067 mortes e 810 mil 449 casos confirmados da pandemia, desde o seu início no país em Março de 2020.

 

Das 104 fatalidades relacionadas ao Coronavírus, 65 ocorreram na província de Cabo Oriental, 20 na vizinha Cabo Ocidental, sete em Gauteng, seis no Kwazulu-Natal, três em Mpumalanga e igual número no Estado Livre.

 

O ministro da Saúde sul-africano, Zwelini Mkhize, indicou que a distribuição total do número de casos positivos identificados, bem como o balanço de mortos por províncias, como se segue:

 

Gauteng (237 mil e 207 casos) e cinco mil e 039 mortos, Cabo Ocidental ( 138 mie 951) e quatro mil e 780 óbitos, Cabo Oriental (135 mil e 468) e 4 mil e 854 fatalidades, Kwazulu-Natal (130 mil e 560) e três mi e 388 mortes.

 

A seguir vem a província de  Estado Livre com  59 mil e 304 infecções e mil e 986 mortes, Noroeste (35 mil e 060) e 566 óbitos , Mpumalanga (31 mil e 677) e 617 mortos, Cabo Setentrional ( 23 mil e 414) e 325 óbitos e Limpopo com  18 mil e 808 casos positivos e 512 fatalidades, indicou a fonte.

 

De acordo com o ministro, o balanço geral de pessoas até aqui recuperadas é de 744 mil e 298, numa altura em que o país reporta cinco milhões 565 nil 928 testes 31 mil e 844 dos quais concluídos nas últimas 24 horas a seguir o balanço de sábado.

 

O país possui regista um total geral de 44 mil e 084 casos activos, sendo que as províncias que mais se destacam incluem Cabo Ocidental com (14 mil e 417, Cabo Oriental (oito mil e 536), Kwazulu-Natal (oito mil e 501), Estado Livre (cinco mil e 579), Gauteng (três mil e 127) e Cabo Setentrional (dois mil e 268).

 

Em menor escala temos as províncias do Noroeste que totaliza 765 casos activos, Mpumalanga (485) e por último o Limpopo com 406.