Covid-19: África do Sul regista 291 mortos e 14.701 novos contágios

  • Feira destaca criações ligadas à Covid-19
Pretoria (Da correspondente) - Duzentas e 91 pessoas perderam a vida por conta da pandemia da covid-19 nas últimas 24 horas, elevando o total para 66.676 mortos.

No mesmo período, foram notificadas 14.701 novas infecções de um total de 2.283.880 casos positivos confirmados desde o início do surto em Março de 2020.

Segundo o Departamento Nacional de Saúde, 2.028.881 cidadãos livraram-se desta doença respiratória, o que representa uma taxa de 88,8% de recuperações.

A testagem contempla 14.205.299 amostras processadas. Por sua vez, um total de 5.076.330 doses de vacinas contra a covid-19 foram administradas no país.

Com o propósito de evitar que mais pessoas continuem a ser infectadas pelo vírus Sars-Cov-2, o governo sul-africano que está a vacinar pessoas dos 50 anos em diante, decidiu dar início ao registo de todos aqueles cuja faixa etária se situa entre os 35 e 49 anos de idade. Estes cidadãos receberão as suas doses, a partir do próximo dia 01 de Agosto.

Imediatamente foi quebrado um recorde,  pois em menos de 24 horas, mais de um milhão de pessoas fez o seu registo para a vacinação, via sms ou whatsApp, de modo presencial, ou ainda pela via electrónica do Sistema em uso no Departamento Nacional de Saúde.

São ainda contabilizados 188.323 casos activos em território sul-africano, num momento em que a província de Gauteng, atingiu oficialmente o pico da terceira vaga da pandemia, a 16 do mês corrente.

O executivo e o sector privado continuam a monitorar a situação e, à medida em que os casos aumentam, têm anexado mais camas aos  hospitais que jaáse encontram sob imensa pressão, depois dos violentos protestos registados na semana passada, ressalta o Departamento de Saúde sul-africano.

No mesmo período, foram notificadas 14.701 novas infecções de um total de 2.283.880 casos positivos confirmados desde o início do surto em Março de 2020.

Segundo o Departamento Nacional de Saúde, 2.028.881 cidadãos livraram-se desta doença respiratória, o que representa uma taxa de 88,8% de recuperações.

A testagem contempla 14.205.299 amostras processadas. Por sua vez, um total de 5.076.330 doses de vacinas contra a covid-19 foram administradas no país.

Com o propósito de evitar que mais pessoas continuem a ser infectadas pelo vírus Sars-Cov-2, o governo sul-africano que está a vacinar pessoas dos 50 anos em diante, decidiu dar início ao registo de todos aqueles cuja faixa etária se situa entre os 35 e 49 anos de idade. Estes cidadãos receberão as suas doses, a partir do próximo dia 01 de Agosto.

Imediatamente foi quebrado um recorde,  pois em menos de 24 horas, mais de um milhão de pessoas fez o seu registo para a vacinação, via sms ou whatsApp, de modo presencial, ou ainda pela via electrónica do Sistema em uso no Departamento Nacional de Saúde.

São ainda contabilizados 188.323 casos activos em território sul-africano, num momento em que a província de Gauteng, atingiu oficialmente o pico da terceira vaga da pandemia, a 16 do mês corrente.

O executivo e o sector privado continuam a monitorar a situação e, à medida em que os casos aumentam, têm anexado mais camas aos  hospitais que jaáse encontram sob imensa pressão, depois dos violentos protestos registados na semana passada, ressalta o Departamento de Saúde sul-africano.