Covid-19: África do Sul regista recordes diários de infecções e mortes

  • Ilustração do Covid-19
Pretória (Da correspondente) - A África do Sul registou dois novos recordes diários de infecções e mortes por Covid-19, ao contabilizar 21 mil e 832 casos positivos e 844 óbitos nas últimas 24 horas.

Falando em conferência de imprensa de balanço da situação epidemiológica no país, o ministro da Saúde, Zweli Mkhize, disse que "atingimos um marco sombrio, ao ultrapassar a barreira dos 20 mil casos identificados num único dia, elevando o total de casos para um milhão 149 mil e 591".

De acordo com o ministro as mortes ocorreram nas províncias de Cabo Oriental com 452, seguida pela vizinha Cabo Ocidental 149, Gauteng 96, Kwazulu-Natal 65, Noroeste 46, Free State 12, Limpopo 11, Mpumalanga oito e Cabo Setentrional cinco, totalizando 31 mil e 368 fatalidades, disse.

Disse ainda que país realizou um total de seis milhões 898 mil e 207 testes, desde Março de 2020, dos quais 70 mil e 060 nas últimas 24 horas.

O sector privado da Saúde responde por quatro milhões 002 mil e 198 testes (58%) e as instituições públicas do sector são responsáveis por dois milhões 896 mil e nove testes (42%).

As recuperações totalizam 929 mil e 239, equivalente a uma taxa de 80,8%. A África do Sul conta ainda com 188 mil e 984 casos activos, informou a fonte.

 

Falando em conferência de imprensa de balanço da situação epidemiológica no país, o ministro da Saúde, Zweli Mkhize, disse que "atingimos um marco sombrio, ao ultrapassar a barreira dos 20 mil casos identificados num único dia, elevando o total de casos para um milhão 149 mil e 591".

De acordo com o ministro as mortes ocorreram nas províncias de Cabo Oriental com 452, seguida pela vizinha Cabo Ocidental 149, Gauteng 96, Kwazulu-Natal 65, Noroeste 46, Free State 12, Limpopo 11, Mpumalanga oito e Cabo Setentrional cinco, totalizando 31 mil e 368 fatalidades, disse.

Disse ainda que país realizou um total de seis milhões 898 mil e 207 testes, desde Março de 2020, dos quais 70 mil e 060 nas últimas 24 horas.

O sector privado da Saúde responde por quatro milhões 002 mil e 198 testes (58%) e as instituições públicas do sector são responsáveis por dois milhões 896 mil e nove testes (42%).

As recuperações totalizam 929 mil e 239, equivalente a uma taxa de 80,8%. A África do Sul conta ainda com 188 mil e 984 casos activos, informou a fonte.