Covid-19: África do Sul ultrapassa as 48 mil mortes

  • Ilustração do  Covid-19
Pretória (Da correspondente) - A África do Sul perdeu 48 mil e 313 vidas humanas devido à pandemia da Covid-19, desde que a doença foi anunciada no país em Março de 2020, indicam as estatísticas.

Segundo o último relatório apresentado nesta quarta-feira, o país contabilizou 219 mortes nas últimas 24 horas, sendo 56 óbitos em Gauteng, 43 no Kwazuku-Natal, 38 no Cabo Ocidental, 29 no Limpopo, 20 no Cabo Oriental, 14 no Cabo Setentrional, 10 em Mpumalanga e nove no Estado Livre.

As recuperações atingiram uma taxa de 93,5%, com um milhão 396 mil e 951 pessoas livres da doença. Existem no país 48 mil 855 casos activos.

O cumulativo de testes atingiu os oito milhões 737 mil e 330 exames, dos quais 24 mil e 486 realizados desde o último relatório de balanço, indicam as fontes.

Segundo o último relatório apresentado nesta quarta-feira, o país contabilizou 219 mortes nas últimas 24 horas, sendo 56 óbitos em Gauteng, 43 no Kwazuku-Natal, 38 no Cabo Ocidental, 29 no Limpopo, 20 no Cabo Oriental, 14 no Cabo Setentrional, 10 em Mpumalanga e nove no Estado Livre.

As recuperações atingiram uma taxa de 93,5%, com um milhão 396 mil e 951 pessoas livres da doença. Existem no país 48 mil 855 casos activos.

O cumulativo de testes atingiu os oito milhões 737 mil e 330 exames, dos quais 24 mil e 486 realizados desde o último relatório de balanço, indicam as fontes.