Covid-19: África do Sul ultrapassa os 59 mil mortos

  • Ilustração do Covid-19
Pretória (Da correspondente) - A África do Sul registou 297 mortes por Coronavírus nas últimas 24 horas, elevando o total de óbitos a 59 mil e 92, desde que o país detectou o primeiro caso da doença, em Março de 2020.

 

 

De acordo com o mapa estatístico do Departamento de Saúde, a terceira vaga da pandemia existente no país tornou o dia 22 de Junho (terça-feira) o mais mortífero desde finais do ano passado.

Os dados destacam 11 mil e 93 novas contaminações, totalizando um milhão  843 mil e 572 casos confirmados. A taxa de  positividade é de 23.7%.

 

As recuperações somam um milhão 665 mil e 540 pessoas, equivalente a uma taxa de  90,3%, ressaltam as estatísticas da Covid-19.

O cumulativo de testes realizados é de 12 milhões 633 mil e 235, depois de 46 mil e 893 amostras terem sido processadas nas últimas 24 horas.

Entretanto, 575 pessoas infectadas com Covid-19 deram entrada nas unidades hospitalares, aumentando para 10 mil e 114 o número de cidadãos que recebem tratamento hospitalar.

A imunização através das vacinas Pfizer e Johnson e Johnson já atingiu um total de dois milhões 229 mil e 242 pessoas.

 

 

De acordo com o mapa estatístico do Departamento de Saúde, a terceira vaga da pandemia existente no país tornou o dia 22 de Junho (terça-feira) o mais mortífero desde finais do ano passado.

Os dados destacam 11 mil e 93 novas contaminações, totalizando um milhão  843 mil e 572 casos confirmados. A taxa de  positividade é de 23.7%.

 

As recuperações somam um milhão 665 mil e 540 pessoas, equivalente a uma taxa de  90,3%, ressaltam as estatísticas da Covid-19.

O cumulativo de testes realizados é de 12 milhões 633 mil e 235, depois de 46 mil e 893 amostras terem sido processadas nas últimas 24 horas.

Entretanto, 575 pessoas infectadas com Covid-19 deram entrada nas unidades hospitalares, aumentando para 10 mil e 114 o número de cidadãos que recebem tratamento hospitalar.

A imunização através das vacinas Pfizer e Johnson e Johnson já atingiu um total de dois milhões 229 mil e 242 pessoas.