COVID-19: África do Sul volta a subir nas novas infecções e mortes

  • The Covid-19 virus
Pretoria (Da correspondente ) - A pandemia da COVID-19 na África do Sul voltou a atingir números altos no que toca as novas contaminações e mortes, depois de nos últimos três dias ter sido verificada uma certa desaceleração (abaixo dos 10 mil novos casos/dia).

Nesta conformidade, as Estatísticas COVID-19 do Departamento Nacional de Saúde, apresentadas esta noite, dão conta de que 520 cidadãos pereceram, ao passo que 17 mil 351 novos ccontágios foram detectados em 24 horas.

São hoje contabilizados 70 mil 908 mortos, dois  milhões, 408 mil 525 casos positivos; 2,186.988  recuperados, o que corresponde a uma taxa de 90,8% pessoas que venceram a pandemia.

A testagem prossegue em ritmo favorável com 14,694.978 testes concluídos. Entretanto 150.629 pessoas estão presentemente infectadas em solo sul-africano.

A vacinação bate mais um recorde, ao ser cruzada a meta de  sete milhões de pessoas imunizadas, mais concretamente 7,065.432.

A província de Gauteng lidera a lista de infecções com (852.202) casos positivos; seguida pelo Cabo Ocidental que soma  (389.674), o Kwazulu-Natal possui ( 389.440); o Cabo Oriental tem (225.654) confirmados.

Noutra vertente, temos as províncias do Estado Livre com um Total de (127.582) confirmados; o Noroeste soma ( 125.972); Mpumalanga congrega ( 122.242); o Limpopo regista ( 109.707) ao passo que a província menos contaminada da África do Sul é o Cabo Setentrional com um total de (66.052) casos positivos.

 

 

 

Nesta conformidade, as Estatísticas COVID-19 do Departamento Nacional de Saúde, apresentadas esta noite, dão conta de que 520 cidadãos pereceram, ao passo que 17 mil 351 novos ccontágios foram detectados em 24 horas.

São hoje contabilizados 70 mil 908 mortos, dois  milhões, 408 mil 525 casos positivos; 2,186.988  recuperados, o que corresponde a uma taxa de 90,8% pessoas que venceram a pandemia.

A testagem prossegue em ritmo favorável com 14,694.978 testes concluídos. Entretanto 150.629 pessoas estão presentemente infectadas em solo sul-africano.

A vacinação bate mais um recorde, ao ser cruzada a meta de  sete milhões de pessoas imunizadas, mais concretamente 7,065.432.

A província de Gauteng lidera a lista de infecções com (852.202) casos positivos; seguida pelo Cabo Ocidental que soma  (389.674), o Kwazulu-Natal possui ( 389.440); o Cabo Oriental tem (225.654) confirmados.

Noutra vertente, temos as províncias do Estado Livre com um Total de (127.582) confirmados; o Noroeste soma ( 125.972); Mpumalanga congrega ( 122.242); o Limpopo regista ( 109.707) ao passo que a província menos contaminada da África do Sul é o Cabo Setentrional com um total de (66.052) casos positivos.