Covid-19: Mortes ultrapassam as 42 mil na África do Sul

  • Ilustração do Covid-19
Pretoria (Da correspondente) - A África do Sul voltou a registar um elevado número de fatalidades, ao totalizar 753 mortes por complicações referentes à pandemia da covid-19, levando o país a ultrapassar com longa margem a barreira das 42 mil mortes.

Até às últimas 24 horas, registavam-se 42.550 mortes desde o início da pandemia.

O total de óbitos reportados no dia anterior pelas Estatísticas COVID-19 África do Sul, foi de 41.797.

A província do Kwazulu-Natal teve o maior número de perdas (261), seguida por Limpopo com 219 óbitos.

Segundo o ministro da Saúde, 102 pacientes perderam a vida no Cabo Ocidental, 75 em Gauteng, 50 no Noroeste, 17 no Estado Livre, 16 em Mpumalanga, sete no Cabo Setentrional e seis no Cabo Oriental.

Zweli Mkhize endereçou condolências às famílias enlutadas e voltou a elevar a prontidão dos profissionais de saúde da linha da frente.

A África do Sul identificou 7.070 novas infecções, que representam uma positividade de 14%. Hoje o país totaliza 1.430.648 casos positivos desde Março de 2020.

As recuperações ascenderam a 88.3%, cobrindo um universo de 1.263.476 pessoas.

Nas últimas 24 horas, 49.065 testes foram realizados de um total de 8. 107.833.

Até às últimas 24 horas, registavam-se 42.550 mortes desde o início da pandemia.

O total de óbitos reportados no dia anterior pelas Estatísticas COVID-19 África do Sul, foi de 41.797.

A província do Kwazulu-Natal teve o maior número de perdas (261), seguida por Limpopo com 219 óbitos.

Segundo o ministro da Saúde, 102 pacientes perderam a vida no Cabo Ocidental, 75 em Gauteng, 50 no Noroeste, 17 no Estado Livre, 16 em Mpumalanga, sete no Cabo Setentrional e seis no Cabo Oriental.

Zweli Mkhize endereçou condolências às famílias enlutadas e voltou a elevar a prontidão dos profissionais de saúde da linha da frente.

A África do Sul identificou 7.070 novas infecções, que representam uma positividade de 14%. Hoje o país totaliza 1.430.648 casos positivos desde Março de 2020.

As recuperações ascenderam a 88.3%, cobrindo um universo de 1.263.476 pessoas.

Nas últimas 24 horas, 49.065 testes foram realizados de um total de 8. 107.833.