Guterres insta Presidente da Côte d'Ivoire a dialogar com oposição

  • Antonio Guterres
Nova Iorque - O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, convidou hoje o Presidente da Côte d'Ivoire, Alassane Ouattara, para um diálogo com a oposição para acabar com os conflitos decorrentes das presidenciais.

"Sinto-me encorajado pelos seus esforços para iniciar um diálogo franco e inclusivo que conduza ao apaziguamento e reconciliação" da Côte d'Ivoire, explicitou Guterres, através de uma mensagem transmitida à agência France Presse (AFP).

O "recente encontro" com o antigo Presidente, Henri Konan Bédie, é uma iniciativa que o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU) espera que seja estendida "a outros actores políticos", de modo a assegurar "a consolidação da paz" no país.

A violência relacionada com as eleições presidenciais de 31 de Outubro provocou a morte a pelo menos 85 pessoas e deixou 500 feridas desde Agosto, dá conta um relatório divulgado.

Contudo, um encontro que decorreu a 11 de Novembro fez cair significativamente a tensão no território, por causa da perspectiva de paz resultante desta reunião.

Alassane Ouattara foi reeleito para um polémico terceiro mandato, apesar do boicote das eleições pela oposição, que considerou que era "desobediência civil" e, por essa razão, proclamou um "Conselho Nacional de Transição" para substituir o chefe de Estado ivoiriense.

A Justiça da Côte d'Ivoire iniciou, entretanto, vários processos contra líderes da oposição, que resultaram na detenção de alguns.

A oposição reivindica "actos de apaziguamento" do Governo antes de aceitar qualquer diálogo político com vista à resolução desta crise.