Marrocos suspende ligações aéreas com Guiné-Conakry

  • Mapa do Marrocos
Conakry - O Governo marroquino suspendeu quinta-feira as ligações aéreas para a Guiné-Conakry, mas garantiu a solidez das relações entre os dois países “ligados pela cultura e pela história”.

Em entrevista a uma estação de televisão privada local, o embaixador do reino marroquino, Driss Isbayenne, confirmou a suspensão dos voos de e para a Guiné-Conakry e vários outros países, declarada pelo Governo marroquino.

O diplomata marroquino explicou que esta decisão, tomada em virtude das medidas restritivas ligadas à covid-19, visa o sucesso da operação de vacinação iniciada no reino, mas também proteger outros países, incluindo a Guiné-Conakry.

“É no âmbito das medidas restritivas que visam conter a propagação do vírus, no reino de Marrocos, nomeadamente com o aparecimento das novas variantes.

”Por isso, o reino iniciou uma medida de suspensão dos voos aéreos, provenientes e com destino a vários países, desde o início de Fevereiro de 2021", disse acrescentando que a medida afectará muitos países, num futuro próximo, e terminará em Abril deste ano”, afirmou.

Segundo o diplomata, o objectivo principal destas medidas é ter sucesso na operação de vacinação iniciada, em Janeiro de 2021 e que coloca Marrocos entre os 10 primeiros países do Mundo “em termos de progresso nesta operação"..

O reino  marroquino, que já registou mais de oito mil mortes relacionadas ao coronavírus, já pediu mais de 60 milhões de doses da vacina para cobrir cerca de 30 milhões de habitantes.

Em entrevista a uma estação de televisão privada local, o embaixador do reino marroquino, Driss Isbayenne, confirmou a suspensão dos voos de e para a Guiné-Conakry e vários outros países, declarada pelo Governo marroquino.

O diplomata marroquino explicou que esta decisão, tomada em virtude das medidas restritivas ligadas à covid-19, visa o sucesso da operação de vacinação iniciada no reino, mas também proteger outros países, incluindo a Guiné-Conakry.

“É no âmbito das medidas restritivas que visam conter a propagação do vírus, no reino de Marrocos, nomeadamente com o aparecimento das novas variantes.

”Por isso, o reino iniciou uma medida de suspensão dos voos aéreos, provenientes e com destino a vários países, desde o início de Fevereiro de 2021", disse acrescentando que a medida afectará muitos países, num futuro próximo, e terminará em Abril deste ano”, afirmou.

Segundo o diplomata, o objectivo principal destas medidas é ter sucesso na operação de vacinação iniciada, em Janeiro de 2021 e que coloca Marrocos entre os 10 primeiros países do Mundo “em termos de progresso nesta operação"..

O reino  marroquino, que já registou mais de oito mil mortes relacionadas ao coronavírus, já pediu mais de 60 milhões de doses da vacina para cobrir cerca de 30 milhões de habitantes.