Níger: Ataque em aldeia causa 18 mortos

Niamey - Dezoito pessoas morreram hoje (quinta-feira) num ataque executado por alegados “jihadistas”, numa aldeia do noroeste do Níger, sendo a terceira investida do mesmo tipo esta semana, na região de Ouallam, na fronteira com o Mali.

"No total, 18 civis morreram e quatro ficaram gravemente feridos", disseram fontes policiais da região à agência noticiosa EFE.

Às 09h00 locais, os habitantes de Deykoukou foram surpreendidos com a chegada de um grupo de pessoas em mais de 10 motas, que começaram a matar os homens estava a trabalhar num pomar.

De acordo com a EFE, os terroristas perseguiam todos os que tentavam fugir até serem caçados e mortos a sangue-frio.

O ataque de hoje é o segundo a ocorrer no município de Banibangou, desde domingo, quando 14 civis foram mortos.

 

"No total, 18 civis morreram e quatro ficaram gravemente feridos", disseram fontes policiais da região à agência noticiosa EFE.

Às 09h00 locais, os habitantes de Deykoukou foram surpreendidos com a chegada de um grupo de pessoas em mais de 10 motas, que começaram a matar os homens estava a trabalhar num pomar.

De acordo com a EFE, os terroristas perseguiam todos os que tentavam fugir até serem caçados e mortos a sangue-frio.

O ataque de hoje é o segundo a ocorrer no município de Banibangou, desde domingo, quando 14 civis foram mortos.