Pelo menos 12 mortos em ataques no centro da Nigéria

Abuja - Pelo menos 12 pessoas morreram no domingo em dois ataques separados no estado central do Plateau, na Nigéria, anunciaram hoje as autoridades locais, segundo noticiou a Lusa.

O primeiro ataque ocorreu no domingo na localidade de Kuru, onde homens armados abriram fogo num bar, matando dez pessoas, segundo o porta-voz da polícia local, Ubah Ogaba, citado pela agência France-Presse (AFP).


“Dez pessoas foram mortas a tiro num estabelecimento de bebidas (…) por homens armados ainda não identificados que chegaram numa [carrinha Toyota] Hilux, antes de dispararem vários tiros e saírem rapidamente”, afirmou.


De acordo com a polícia, outras duas pessoas foram também mortas no domingo em Zagun, a cerca de 50 quilómetros de Kuru, por homens armados.
Segundo um comunicado do governador do estado do Plateau, Simon Lalong, 12 pessoas morreram em Kuru e outras cinco ficaram feridas com gravidade.


Os motivos para os dois ataques, ainda sob investigação, ainda não são conhecidos pela polícia, no entanto, a região é palco de vários confrontos comunitários.


As regiões centro e noroeste da Nigéria são há vários anos palco de confrontos mortais entre pastores e agricultores que lutam por terras, pastagens e água.

 

O primeiro ataque ocorreu no domingo na localidade de Kuru, onde homens armados abriram fogo num bar, matando dez pessoas, segundo o porta-voz da polícia local, Ubah Ogaba, citado pela agência France-Presse (AFP).


“Dez pessoas foram mortas a tiro num estabelecimento de bebidas (…) por homens armados ainda não identificados que chegaram numa [carrinha Toyota] Hilux, antes de dispararem vários tiros e saírem rapidamente”, afirmou.


De acordo com a polícia, outras duas pessoas foram também mortas no domingo em Zagun, a cerca de 50 quilómetros de Kuru, por homens armados.
Segundo um comunicado do governador do estado do Plateau, Simon Lalong, 12 pessoas morreram em Kuru e outras cinco ficaram feridas com gravidade.


Os motivos para os dois ataques, ainda sob investigação, ainda não são conhecidos pela polícia, no entanto, a região é palco de vários confrontos comunitários.


As regiões centro e noroeste da Nigéria são há vários anos palco de confrontos mortais entre pastores e agricultores que lutam por terras, pastagens e água.