Pelo menos 57 migrantes mortos em naufrágio ao largo da Líbia

  • Bandeira da Líbia
Tripoli - Pelo menos 57 migrantes morreram hoje quando a embarcação em que seguiam naufragou ao largo da Líbia, anunciou um responsável para as migrações da ONU.

Uma porta-voz da Organização Internacional das Migrações, Safa Msehli, disse que a embarcação zarpou da cidade costeira de Khums no domingo, com pelo menos 75 migrantes a bordo.

Dezoito migrantes africanos foram resgatados e devolvidos à costa de onde partiram hoje, acrescentou.

O naufrágio foi a mais recente tragédia ocorrida no mar Mediterrâneo envolvendo migrantes em busca de uma vida melhor na Europa.

Nos últimos meses, tem-se registado um aumento das travessias e tentativas de travessia a partir da Líbia.

Segundo a Amnistia Internacional, nos primeiros seis meses deste ano, mais de sete mil pessoas interceptadas no mar foram reencaminhadas pelas autoridades para campos de detenção na Líbia.

Uma porta-voz da Organização Internacional das Migrações, Safa Msehli, disse que a embarcação zarpou da cidade costeira de Khums no domingo, com pelo menos 75 migrantes a bordo.

Dezoito migrantes africanos foram resgatados e devolvidos à costa de onde partiram hoje, acrescentou.

O naufrágio foi a mais recente tragédia ocorrida no mar Mediterrâneo envolvendo migrantes em busca de uma vida melhor na Europa.

Nos últimos meses, tem-se registado um aumento das travessias e tentativas de travessia a partir da Líbia.

Segundo a Amnistia Internacional, nos primeiros seis meses deste ano, mais de sete mil pessoas interceptadas no mar foram reencaminhadas pelas autoridades para campos de detenção na Líbia.