RDC/Kimbanguismo: Tshisekedi propõe dia 06 de Abril como feriado nacional

  • Presidente da RDC, Félix Tshisekedi
Kinshasa - O Presidente da República Democrática do Congo (RDC), Antoine Félix Tshisekedi, propôs terça-feira, 06, na localidade de Nkamba (Kongo Central), que o dia seja declarado feriado em todo o território nacional.

A Igreja kimbanguista foi fundada a 06 de Abril de 1921, por Simon Kimbangu, nascido ao 24 de Setembro de 1899, em Nkamba, onde está implantada a sua principal.

Considerado um dos mais velhos prisioneiros do Mundo, Simon Kimbangu foi detido pelas autoridades coloniais belgas, julgado e condenado em 1921, e morreu em 1951 nas masmorras dos seus algozes.

Em Novembro de 2020, tal como terá apoiado os regimes de Mobutu, de Kabila pai e filho, a Igreja Kimbanguista declarou a sua fidelidade ao União Sagrada proclamada pelo Presidente Tshisekedi, depois de este ter rompido a aliança politica que o ligava a Joseph Kabila “Cach-FCC”.

Reivindicando mais de tês milhões de fieis no Mundo, aquela Igreja congolesa é a terceira melhor implantada da RDC, com 10% de fieis. Os católicos são 40%, enquanto os protestantes perfazem 35% dos crentes.

A Igreja kimbanguista foi fundada a 06 de Abril de 1921, por Simon Kimbangu, nascido ao 24 de Setembro de 1899, em Nkamba, onde está implantada a sua principal.

Considerado um dos mais velhos prisioneiros do Mundo, Simon Kimbangu foi detido pelas autoridades coloniais belgas, julgado e condenado em 1921, e morreu em 1951 nas masmorras dos seus algozes.

Em Novembro de 2020, tal como terá apoiado os regimes de Mobutu, de Kabila pai e filho, a Igreja Kimbanguista declarou a sua fidelidade ao União Sagrada proclamada pelo Presidente Tshisekedi, depois de este ter rompido a aliança politica que o ligava a Joseph Kabila “Cach-FCC”.

Reivindicando mais de tês milhões de fieis no Mundo, aquela Igreja congolesa é a terceira melhor implantada da RDC, com 10% de fieis. Os católicos são 40%, enquanto os protestantes perfazem 35% dos crentes.