Stergomena Tax nomeada ministra da Defesa da Tanzânia

A Antiga secretária executiva da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC), Stergomena Lawrence Tax, foi este Domingo (12), nomeada ministra da Defesa da República Unida da Tanzânia, noticiou a imprensa tanzaniana.

Stergomena Tax substitui no cargo Elias John Kwandikwa, que faleceu no dia 02 de Agosto do ano em curso, em Dar-es-Salaam,

Lawrence Tax, que assumiu o comando do Secretariado Executivo da SADC em Setembro de 2013, na 33ª Cimeira de Chefes de Estado e de Governo da organização, foi sucedida pelo tsuanês Elias M. Magosi, em Agosto de 2021, na 41ª de Chefes de Estado e de Governo realizada em Lilongwe, República do Malawi.

 

A SADC foi criada a 17 de Agosto de 1992, em Windhoek, Namíbia, com o objectivo de promover o crescimento e o desenvolvimento económico, a redução da pobreza, aumento da qualidade de vida da população, a paz, a segurança e o reforço e a consolidação das afinidades culturais, históricas e sociais da região.

 

É uma organização sub-regional composta por 15 Estados-membros, designadamente África do Sul, Angola, Botswana, Madagáscar, Malawi, Maurícias, Moçambique, Namíbia, Eswatini (ex-Swazilândia), Lesotho, República Democrática do Congo (RDC), Seychelles, Tanzânia, Zâmbia e Zimbabwe.

Stergomena Tax substitui no cargo Elias John Kwandikwa, que faleceu no dia 02 de Agosto do ano em curso, em Dar-es-Salaam,

Lawrence Tax, que assumiu o comando do Secretariado Executivo da SADC em Setembro de 2013, na 33ª Cimeira de Chefes de Estado e de Governo da organização, foi sucedida pelo tsuanês Elias M. Magosi, em Agosto de 2021, na 41ª de Chefes de Estado e de Governo realizada em Lilongwe, República do Malawi.

 

A SADC foi criada a 17 de Agosto de 1992, em Windhoek, Namíbia, com o objectivo de promover o crescimento e o desenvolvimento económico, a redução da pobreza, aumento da qualidade de vida da população, a paz, a segurança e o reforço e a consolidação das afinidades culturais, históricas e sociais da região.

 

É uma organização sub-regional composta por 15 Estados-membros, designadamente África do Sul, Angola, Botswana, Madagáscar, Malawi, Maurícias, Moçambique, Namíbia, Eswatini (ex-Swazilândia), Lesotho, República Democrática do Congo (RDC), Seychelles, Tanzânia, Zâmbia e Zimbabwe.