Zâmbia declara luto nacional de 21 dias pela morte de Kaunda

  • Antigo Presidente e fundador da República da Zambia Kenneth Kaunda
Lusaka - O Presidente da Zâmbia, Edgar Lungu, declarou luto nacional de 21 dias em homenagem ao primeiro Presidente do país, Kenneth Kaunda, falecido quinta-feira, 17, por doença.

Segundo o secretário do Conselho de Ministros, Simon Miti, que anunciou o facto na televisão nacional Zambia National Broadcasting Corporation (ZNBC), todas as actividades de entretenimento estão suspensas com efeito imediato.

“É com profundo pesar e tristeza que sua Excelência Edgar Lungu, Presidente da República da Zâmbia, anunciou à nação e à comunidade internacional o falecimento do nosso querido Pai Fundador, ícone e estadista mundial, sua Excelência Kenneth David Kaunda, Primeiro Presidente da República da Zâmbia.

O Presidente Lungu exprimiu, em nome do Governo e do povo da Zâmbia, e no seu próprio, as suas "mais profundas condolências" à família de Kaunda, acrescentou Miti.

Kaunda, de 97, esteve internado no Centro Médico Militar Maina Soko, em Lusaka.

Segundo o secretário do Conselho de Ministros, Simon Miti, que anunciou o facto na televisão nacional Zambia National Broadcasting Corporation (ZNBC), todas as actividades de entretenimento estão suspensas com efeito imediato.

“É com profundo pesar e tristeza que sua Excelência Edgar Lungu, Presidente da República da Zâmbia, anunciou à nação e à comunidade internacional o falecimento do nosso querido Pai Fundador, ícone e estadista mundial, sua Excelência Kenneth David Kaunda, Primeiro Presidente da República da Zâmbia.

O Presidente Lungu exprimiu, em nome do Governo e do povo da Zâmbia, e no seu próprio, as suas "mais profundas condolências" à família de Kaunda, acrescentou Miti.

Kaunda, de 97, esteve internado no Centro Médico Militar Maina Soko, em Lusaka.