Zâmbia:Ministro da Venezuela lamenta morte do primeiro presidente da Zâmbia

  • Antigo Presidente e fundador da República da Zambia Kenneth Kaunda
Caracas - O ministro venezuelano das Relações Exteriores Jorge Arreaza lamentou a morte do político africano e líder Kenneth Kaunda, primeiro presidente e pai fundador da República da Zâmbia, ocorrida quinta-feira.

 

O chefe da diplomacia venezuelana transmitiu a sua mensagem de condolências e solidariedade ao governo e povo zambiano pela morte do líder anti-colonialista, na sua rede social Twitter.

“De Lusaka recebemos a triste notícia da morte de Sua Excelência o Dr. Kenneth Kaunda, primeiro presidente da Zâmbia independente. Juntamo-nos ao Presidente Edgar Chagwa Lungu e ao povo da Zâmbia para rezar pelo resto eterno do pai fundador da pátria”, escreveu Arreaza na plataforma de comunicação.

Kaunda morreu aos 97 anos de idade após ter sido hospitalizado na última segunda-feira no Centro Médico Maina Soko para tratamento de pneumonia.

Kenneth Kaunda tornou–se presidente da Zâmbia em 1964, depois que o país conquistou a independência do Reino Unido e permaneceu no cargo até 1991.

 

 

 

 

O chefe da diplomacia venezuelana transmitiu a sua mensagem de condolências e solidariedade ao governo e povo zambiano pela morte do líder anti-colonialista, na sua rede social Twitter.

“De Lusaka recebemos a triste notícia da morte de Sua Excelência o Dr. Kenneth Kaunda, primeiro presidente da Zâmbia independente. Juntamo-nos ao Presidente Edgar Chagwa Lungu e ao povo da Zâmbia para rezar pelo resto eterno do pai fundador da pátria”, escreveu Arreaza na plataforma de comunicação.

Kaunda morreu aos 97 anos de idade após ter sido hospitalizado na última segunda-feira no Centro Médico Maina Soko para tratamento de pneumonia.

Kenneth Kaunda tornou–se presidente da Zâmbia em 1964, depois que o país conquistou a independência do Reino Unido e permaneceu no cargo até 1991.