Cooperativa Ondjali almeja produzir 100 toneladas de banana por mês

  • Benguela: Produção de banana
Benguela – Os camponeses associados na cooperativa Ondjali, na província de Benguela, ambicionam colher 100 toneladas de banana mensalmente no presente ano agrícola, soube esta quinta-feira a Angop.

Segundo o seu presidente, Raúl Gonzal, o grande objectivo é superar as 45 toneladas/mês do ano agrícola 2020, condicionado pela estiagem.

Raúl Gonzal explicou que investimentos estão a ser feitos, tanto em insumos agricolas como na melhoria do sistema de irrigação, para se alcançar o objectivo preconizado.

A cooperativa Ondjali possui 290 hectares de terra e tem como principal foco o cultivo da banana e do milho. A par da banana e do milho, a cooperativa produz também feijão, couve e mandioca.

Explicou que a sua produção tem como objectivo abastecer os mercados das províncias de Benguela, Cunene e Lubango, bem como alguns supermercados.

Entretanto, o cooperativista aponta para a necessidade do mercado local ser potenciado com insumos agrícolas e haver uma revisão nos preços, com realce para sementes e fertilizantes.

Na mesma senda, aponta para necessidade da banca comercial disponibilizar mais créditos ao sector agrícola e se rever as taxas de juro.

"Numa altura em que o Executivo aposta na diversificação da economia, com recurso à produção interna, todos os elementos que concorrem para esse desiderato devem estar disponíveis aos empreendedores", advogou.

A cooperativa Ondjali controla 51 membros e emprega mais de 40 funcionários.

 

Segundo o seu presidente, Raúl Gonzal, o grande objectivo é superar as 45 toneladas/mês do ano agrícola 2020, condicionado pela estiagem.

Raúl Gonzal explicou que investimentos estão a ser feitos, tanto em insumos agricolas como na melhoria do sistema de irrigação, para se alcançar o objectivo preconizado.

A cooperativa Ondjali possui 290 hectares de terra e tem como principal foco o cultivo da banana e do milho. A par da banana e do milho, a cooperativa produz também feijão, couve e mandioca.

Explicou que a sua produção tem como objectivo abastecer os mercados das províncias de Benguela, Cunene e Lubango, bem como alguns supermercados.

Entretanto, o cooperativista aponta para a necessidade do mercado local ser potenciado com insumos agrícolas e haver uma revisão nos preços, com realce para sementes e fertilizantes.

Na mesma senda, aponta para necessidade da banca comercial disponibilizar mais créditos ao sector agrícola e se rever as taxas de juro.

"Numa altura em que o Executivo aposta na diversificação da economia, com recurso à produção interna, todos os elementos que concorrem para esse desiderato devem estar disponíveis aos empreendedores", advogou.

A cooperativa Ondjali controla 51 membros e emprega mais de 40 funcionários.