Governador quer celeridade no escoamento de produtos agrícolas

Quibala – O governador provincial do Cuanza Sul, Job Castelo Capapinha, defendeu hoje (sexta-feira), no município da Quibala, maior celeridade no escoamento dos produtos agrícolas, para se evitar a sua deterioração e estimular o aumento da produção.

Ao intervir na abertura da segunda edição da Feira do Campo, que decorre até sábado, sob o lema “Cuanza Sul líder na agricultura, turismo e pesca”, o governante salientou que a agricultura familiar na região carece de uma política menos burocrática, tendo em vista o peso que apresenta na balança económica da província e do país.

Na ocasião, enalteceu o apoio do Executivo na promoção das acções de escoamento dos produtos do campo e piscatório.

Informou que o Governo continuará a distribuir “inputs” e a assistir tecnicamente as cooperativas, associações e empresas familiares, com objectivo de aumentar a produção.

A feira congrega 150 feirantes entre agricultores familiares, cooperativas e fazendeiros oriundos dos 12 municípios do Cuanza Sul, que expõem produtos agro-pecuários e de pesca.

O certame é uma iniciativa do Ministério do Comércio e Indústria com o objectivo de facilitar o escoamento dos produtos da região e promover ambientes de negócios com comerciantes.

A primeira feira realizou-se nos dias 28 e 29 de Agosto deste ano, com a participação de 170 expositores. Teve um volume de negócios de nove milhões de kwanzas.

Ao intervir na abertura da segunda edição da Feira do Campo, que decorre até sábado, sob o lema “Cuanza Sul líder na agricultura, turismo e pesca”, o governante salientou que a agricultura familiar na região carece de uma política menos burocrática, tendo em vista o peso que apresenta na balança económica da província e do país.

Na ocasião, enalteceu o apoio do Executivo na promoção das acções de escoamento dos produtos do campo e piscatório.

Informou que o Governo continuará a distribuir “inputs” e a assistir tecnicamente as cooperativas, associações e empresas familiares, com objectivo de aumentar a produção.

A feira congrega 150 feirantes entre agricultores familiares, cooperativas e fazendeiros oriundos dos 12 municípios do Cuanza Sul, que expõem produtos agro-pecuários e de pesca.

O certame é uma iniciativa do Ministério do Comércio e Indústria com o objectivo de facilitar o escoamento dos produtos da região e promover ambientes de negócios com comerciantes.

A primeira feira realizou-se nos dias 28 e 29 de Agosto deste ano, com a participação de 170 expositores. Teve um volume de negócios de nove milhões de kwanzas.