Escolas de campo potenciadas com meios agrícolas no Huambo

  • Sacos de fertilizantes
Huambo – Três toneladas de adubo 12/24/12 e diversas quantidades de sementes de hortícolas foram entregues hoje, quarta-feira, a cinco escolas de campo do município do Huambo, numa iniciativa da Administração local, com objectivo de potenciá-las.

Segundo apurou a ANGOP, a iniciativa enquadra-se no âmbito do projecto de Desenvolvimento da Agricultura Familiar e Comercialização (MOSAP II) e visa aumentar a produção, melhorar o rendimento das famílias camponesas e combater a fome.

Trata-se das escolas de campo das comunas da Calima e da Chipipa que, também, receberam vários outros equipamentos agrícolas.

No acto de entrega dos meios, o chefe da Estação de Desenvolvimento Agrário do município do Huambo, Pinto Salgueiro Balica, reforçou que a entrega dos meios enquadra-se nas estratégias de asseguramento da produção agrícola, com vista a segurança alimentar das comunidades.

Referiu que, com a venda da produção, as associações de camponeses deverão criar caixas comunitárias, através de instituições bancárias, para que a médio ou longo prazo possam assegurar as suas necessidades viradas ao incremento da produção agrícola, bem como familiares e da comunidade em geral.

Em nome dos beneficiários, o camponês Bartolomeu Chimuco enalteceu a iniciativa do programa MOSAP II que, segundo ele, tem estado a tirar muitas famílias da linha da pobreza.

O município do Huambo, sede da província com o mesmo nome, conta com 218 escolas de campo, distribuídas pelas comunas da Calima, Chipipa e sede.

Segundo apurou a ANGOP, a iniciativa enquadra-se no âmbito do projecto de Desenvolvimento da Agricultura Familiar e Comercialização (MOSAP II) e visa aumentar a produção, melhorar o rendimento das famílias camponesas e combater a fome.

Trata-se das escolas de campo das comunas da Calima e da Chipipa que, também, receberam vários outros equipamentos agrícolas.

No acto de entrega dos meios, o chefe da Estação de Desenvolvimento Agrário do município do Huambo, Pinto Salgueiro Balica, reforçou que a entrega dos meios enquadra-se nas estratégias de asseguramento da produção agrícola, com vista a segurança alimentar das comunidades.

Referiu que, com a venda da produção, as associações de camponeses deverão criar caixas comunitárias, através de instituições bancárias, para que a médio ou longo prazo possam assegurar as suas necessidades viradas ao incremento da produção agrícola, bem como familiares e da comunidade em geral.

Em nome dos beneficiários, o camponês Bartolomeu Chimuco enalteceu a iniciativa do programa MOSAP II que, segundo ele, tem estado a tirar muitas famílias da linha da pobreza.

O município do Huambo, sede da província com o mesmo nome, conta com 218 escolas de campo, distribuídas pelas comunas da Calima, Chipipa e sede.