Lançado centro de investigação de recursos naturais

  • Vista parcial da cidade do Cuando Cubango
Menongue – Um centro de investigação de recursos naturais e vida selvagem foi lançado, esta quinta-feira, pelo Governo do Cuando Cubango, no âmbito do Plano de Desenvolvimento Provincial "KK-2050".

O centro, vocacionado para a agricultura e ecoturismo, tem como parceiros as universidades do Porto e do Cuito Cuanavale, bem como o Instituto Superior Politécnico Privado de Menongue, os institutos médios locais, as direcções de distintos gabinetes do governo, entre outros.

O governador do Cuando Cubango, Júlio Bessa, disse que o centro fará as investigações que se impõem, em relação à fauna, flora e aos recursos hídricos, que a província tem em abundância, para permitir uma exploração racional e atracção de turistas, no âmbito do projecto transfronteiriço Okavango-Zambeze, de que Angola é parte integrante.

Para garantir o seu funcionamento, o governo já dispõe de duas viaturas e serão adquiridas outras duas, assim como serão comprados equipamentos técnicos, como drones, coleiras electrónicas, câmaras, entre outros, para a investigação no quadro do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM).

Em relação aos recursos humanos, o governador avançou que, no âmbito da reforma feita na sede do governo, foi possível criar 620 vagas, das quais 50 destinam-se ao centro, com destaque para fiscais, administrativos e técnicos de investigação.

Na sua mensagem, o bispo Dom Eugénio Dal Corso, parceiro do centro, lembra que a igreja Católica sempre foi promotora da investigação científica, porquanto foi protagonista do nascimento das universidades como modelo de ordenação e formalização do saber humano.

Para o prelado, a iniciativa de fundação de um centro do género, no Cuando Cubango, constitui um momento fundamental para o desenvolvimento social desta área, para quem é crucial a catalogação de animais e plantas.

Pretende-se com o centro realizar, organizar ou participar, directa ou indirectamente, em projectos de investigação e desenvolvimento científico e tecnológico, assim como servir de canal de promoção, comunicação e disseminação da investigação científica e tecnológica.

O centro, vocacionado para a agricultura e ecoturismo, tem como parceiros as universidades do Porto e do Cuito Cuanavale, bem como o Instituto Superior Politécnico Privado de Menongue, os institutos médios locais, as direcções de distintos gabinetes do governo, entre outros.

O governador do Cuando Cubango, Júlio Bessa, disse que o centro fará as investigações que se impõem, em relação à fauna, flora e aos recursos hídricos, que a província tem em abundância, para permitir uma exploração racional e atracção de turistas, no âmbito do projecto transfronteiriço Okavango-Zambeze, de que Angola é parte integrante.

Para garantir o seu funcionamento, o governo já dispõe de duas viaturas e serão adquiridas outras duas, assim como serão comprados equipamentos técnicos, como drones, coleiras electrónicas, câmaras, entre outros, para a investigação no quadro do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM).

Em relação aos recursos humanos, o governador avançou que, no âmbito da reforma feita na sede do governo, foi possível criar 620 vagas, das quais 50 destinam-se ao centro, com destaque para fiscais, administrativos e técnicos de investigação.

Na sua mensagem, o bispo Dom Eugénio Dal Corso, parceiro do centro, lembra que a igreja Católica sempre foi promotora da investigação científica, porquanto foi protagonista do nascimento das universidades como modelo de ordenação e formalização do saber humano.

Para o prelado, a iniciativa de fundação de um centro do género, no Cuando Cubango, constitui um momento fundamental para o desenvolvimento social desta área, para quem é crucial a catalogação de animais e plantas.

Pretende-se com o centro realizar, organizar ou participar, directa ou indirectamente, em projectos de investigação e desenvolvimento científico e tecnológico, assim como servir de canal de promoção, comunicação e disseminação da investigação científica e tecnológica.