Afrobasket2021: “Capitão” angolano optimista no apuramento

  • Carlos Morais(dire), tenta converter  2 pontos no confronto com a selecção moçambicana
Luanda – O "capitão" da selecção nacional sénior masculina de basquetebol, Carlos Morais, mostrou-se hoje confiante quanto ao apuramento de Angola ao Afrobasket2021, a realizar-se de 24 de Agosto a 5 de Setembro próximo, no Rwanda.

Em declarações à rádio 5, na véspera do jogo com Moçambique, em Yaoundé (Camarões), o extremo disse que o grupo trabalhou sem sobressaltos e está compenetrado para ganhar os desafios neste torneio, onde defronta o Quénia e Senegal, além dos moçambicanos.

Pensamento idêntico foi manifestado pelo extremo-poste Alexandre Jungo, que prometeu dar o seu melhor para ajudar a equipa na concretização de tal objectivo.

“Estamos preparados”, sublinhou o jogador do Interclube.

O seleccionador angolano, José Neto, tem à disposição Gerson Domingos, Gerson Lukeny, Pedro Bastos, Childe Dundão, Gildo Santos, Carlos Morais, Leonel Paulo, Melvy Silva, Jone Pedro, Valdelício Joaquim, Alexandre Jungo e Jilson Bango.

Angola ocupa a segunda posição do grupo B com cinco pontos. O Senegal lidera com seis, ao passo que o Quénia é terceiro com quatro pontos e Moçambique último classificado com três.

O torneio foi aberto quarta-feira com vitórias da Nigéria sobre o Sudão do Sul, por 75-70, e do Mali sobre o Rwanda, por 76-51, em Monastir (Tunísia), referente ao grupo D.

Para hoje estão reservadas as partidas da série E Cabo Verde-Marrocos e Egipto-Uganda, também em Monastir.

Em declarações à rádio 5, na véspera do jogo com Moçambique, em Yaoundé (Camarões), o extremo disse que o grupo trabalhou sem sobressaltos e está compenetrado para ganhar os desafios neste torneio, onde defronta o Quénia e Senegal, além dos moçambicanos.

Pensamento idêntico foi manifestado pelo extremo-poste Alexandre Jungo, que prometeu dar o seu melhor para ajudar a equipa na concretização de tal objectivo.

“Estamos preparados”, sublinhou o jogador do Interclube.

O seleccionador angolano, José Neto, tem à disposição Gerson Domingos, Gerson Lukeny, Pedro Bastos, Childe Dundão, Gildo Santos, Carlos Morais, Leonel Paulo, Melvy Silva, Jone Pedro, Valdelício Joaquim, Alexandre Jungo e Jilson Bango.

Angola ocupa a segunda posição do grupo B com cinco pontos. O Senegal lidera com seis, ao passo que o Quénia é terceiro com quatro pontos e Moçambique último classificado com três.

O torneio foi aberto quarta-feira com vitórias da Nigéria sobre o Sudão do Sul, por 75-70, e do Mali sobre o Rwanda, por 76-51, em Monastir (Tunísia), referente ao grupo D.

Para hoje estão reservadas as partidas da série E Cabo Verde-Marrocos e Egipto-Uganda, também em Monastir.