O objectivo é a fase de grupos - Bianchi

  • Interclube vence no Madagáscar - Arquivo
Luanda – O Interclube tem como objectivo principal atingir à fase de grupos da Taça das Confederações em futebol, afirmou nesta quinta-feira, em Luanda, o treinador da equipa, Beto Bianchi.

A formação da polícia nacional começa a prova no domingo diante do Mafunzo FC da Zâmbia, no Amaan Stadium, para a primeira mão das eliminatórias de acesso à fase de grupos. A segunda mão acontece entre o próximo dia 17 ou 19, em Luanda.

O técnico de nacionalidade brasileira fez este pronunciamento durante uma conferência de imprensa de apresentação do plantel para a época 2021/2022, na sede da colectividade adjacente ao estádio 22 de Junho, no Rocha Pinto.

Vinculado por duas épocas ao clube finalista vencido da Taça de Angola (ganha pelo Petro de Luanda), o treinador referiu possuir pouco conhecimento sobre o adversário, apesar da visualização de um vídeo.

Segundo disse, o Mafunzo da Zâmbia é uma equipa que valoriza a vertente física e joga rápida no contra-ataque.

No que toca aos jogadores, Beto Bianchi frisou que nesta primeira fase da competição africana não contará com os três atacantes vindos do exterior do país, nomeadamente, Mateus (Brasil), Buba (Gâmbia) e Mpepo (Tanzânia), por não estarem inscritos na CAF.

Estes atletas, de acordo com ele, poderão evoluir apenas na fase de grupos, em caso de qualificação.

O colectivo parte sexta-feira ao palco do jogo, onde se perspectiva, antes, a realização de dois treinos.

O Interclube participará na também designada ”Taça Nelson Mandela” pela 8ª vez. Na última edição em que esteve presente, em 2012, foi eliminado na fase de grupos. 

A formação sexta classificada do Campeonato Nacional “Girabola2020-21” foi finalista vencido deste evento em 2011.

Para a época desportiva 2021/2022, o Interclube conta com os seguintes jogadores.

Ndulo, Gerson, Rui e Sténio (guarda-redes), Matú, Razão, Jamanta, Balsa, Danilson (ex-Petro de Luanda), Buchinho (ex-Progresso), Lito, Nandinho e Elizeu (ex-Académica do Lobito) - defesas.

Kaya, Mano Mano (ex-Académica do Lobito), Salomão (escalão de formação), Patay, Higino, Lazy (FC de Cabinda), Isaac (escalão de formação) e Catraio  (ex-1º de Agosto) - médios.

Buba (Gâmbia), Naigel (Provincial de Luanda), Julinho (ex-Progresso), Jardel, MPepo (Tanzânia), Mateus (Brasil), Polaco, Calesso e Jorginho (Ferrovia de Luanda) - avançados.

A formação da polícia nacional começa a prova no domingo diante do Mafunzo FC da Zâmbia, no Amaan Stadium, para a primeira mão das eliminatórias de acesso à fase de grupos. A segunda mão acontece entre o próximo dia 17 ou 19, em Luanda.

O técnico de nacionalidade brasileira fez este pronunciamento durante uma conferência de imprensa de apresentação do plantel para a época 2021/2022, na sede da colectividade adjacente ao estádio 22 de Junho, no Rocha Pinto.

Vinculado por duas épocas ao clube finalista vencido da Taça de Angola (ganha pelo Petro de Luanda), o treinador referiu possuir pouco conhecimento sobre o adversário, apesar da visualização de um vídeo.

Segundo disse, o Mafunzo da Zâmbia é uma equipa que valoriza a vertente física e joga rápida no contra-ataque.

No que toca aos jogadores, Beto Bianchi frisou que nesta primeira fase da competição africana não contará com os três atacantes vindos do exterior do país, nomeadamente, Mateus (Brasil), Buba (Gâmbia) e Mpepo (Tanzânia), por não estarem inscritos na CAF.

Estes atletas, de acordo com ele, poderão evoluir apenas na fase de grupos, em caso de qualificação.

O colectivo parte sexta-feira ao palco do jogo, onde se perspectiva, antes, a realização de dois treinos.

O Interclube participará na também designada ”Taça Nelson Mandela” pela 8ª vez. Na última edição em que esteve presente, em 2012, foi eliminado na fase de grupos. 

A formação sexta classificada do Campeonato Nacional “Girabola2020-21” foi finalista vencido deste evento em 2011.

Para a época desportiva 2021/2022, o Interclube conta com os seguintes jogadores.

Ndulo, Gerson, Rui e Sténio (guarda-redes), Matú, Razão, Jamanta, Balsa, Danilson (ex-Petro de Luanda), Buchinho (ex-Progresso), Lito, Nandinho e Elizeu (ex-Académica do Lobito) - defesas.

Kaya, Mano Mano (ex-Académica do Lobito), Salomão (escalão de formação), Patay, Higino, Lazy (FC de Cabinda), Isaac (escalão de formação) e Catraio  (ex-1º de Agosto) - médios.

Buba (Gâmbia), Naigel (Provincial de Luanda), Julinho (ex-Progresso), Jardel, MPepo (Tanzânia), Mateus (Brasil), Polaco, Calesso e Jorginho (Ferrovia de Luanda) - avançados.