Águas da Silva felicita jogadores apesar do empate caseiro

  • Treinador da Académica do Lobito, Águas da Silva (arquivo)
Lobito - O técnico da Académica do Lobito, Águas da Silva, felicitou a sua equipa após o confronto deste sábado contra o Recreativo da Caála, apesar do empate em casa, a zero bolas, em jogo referente a 23ª jornada do Girabola2020/21.

Segundo o treinador, a recolha da equipa em quarentena durante  dez dias, devido aos casos de Covid-19 no plantel e a goleada sofrida frente ao Wiliete de Benguela tiveram influência no desempenho dos jogadores, mas não obstante a isso, a equipa conseguiu cumprir com a maior parte da estratégia de jogo.

"Entramos fortes na primeira parte, perdemos várias oportunidades, mas a equipa adversária veio bem preparada e conseguiu contrariar o nosso objetivo", afirmou.

Prometeu gizar uma melhor estratégia frente ao Progresso do Sambizanga, em Luanda, com vista a tentar uma vitória.

Entretanto, Águas da Silva foi sancionado com um cartão amarelo aos 17 minutos, por protestar contra o árbitro devido a algumas decisões que achou erradas.

À saída da 23ª jornada, a Académica soma 21 pontos e tem dois jogos em atraso, sendo um com o Santa Rita e outro com o Interclube.

Por outro lado, o técnico adjunto do Recreativo da Caála, Silva Kussanda, afirmou que a sua equipa veio para ganhar, mas ficou conformada com o resultado.

"Encontramos uma equipa bem organizada e aguerrida no seu reduto e aproveitamos para parabenizá-la por contribuir para o bom jogo que assistimos hoje", frisou.

Com o empate deste jogo, o Recreativo da Caála soma 23 pontos e vai enfrentar na próxima jornada o Sporting dê Cabinda.

Segundo o treinador, a recolha da equipa em quarentena durante  dez dias, devido aos casos de Covid-19 no plantel e a goleada sofrida frente ao Wiliete de Benguela tiveram influência no desempenho dos jogadores, mas não obstante a isso, a equipa conseguiu cumprir com a maior parte da estratégia de jogo.

"Entramos fortes na primeira parte, perdemos várias oportunidades, mas a equipa adversária veio bem preparada e conseguiu contrariar o nosso objetivo", afirmou.

Prometeu gizar uma melhor estratégia frente ao Progresso do Sambizanga, em Luanda, com vista a tentar uma vitória.

Entretanto, Águas da Silva foi sancionado com um cartão amarelo aos 17 minutos, por protestar contra o árbitro devido a algumas decisões que achou erradas.

À saída da 23ª jornada, a Académica soma 21 pontos e tem dois jogos em atraso, sendo um com o Santa Rita e outro com o Interclube.

Por outro lado, o técnico adjunto do Recreativo da Caála, Silva Kussanda, afirmou que a sua equipa veio para ganhar, mas ficou conformada com o resultado.

"Encontramos uma equipa bem organizada e aguerrida no seu reduto e aproveitamos para parabenizá-la por contribuir para o bom jogo que assistimos hoje", frisou.

Com o empate deste jogo, o Recreativo da Caála soma 23 pontos e vai enfrentar na próxima jornada o Sporting dê Cabinda.