Pavilhão Paulo Bunze “baptizado” em provas internacionais

  • Equipa de andebol feminina do 1º de Agosto
  • Equipa de andebol feminino do Petro de Luanda
Luanda – O pavilhão Paulo Bunze, em Luanda, a título excepcional, acolhe no próximo dia 22 deste mês a 28ª edição da Supertaça Africana em andebol sénior feminina, que vai opor as equipas angolanas do 1º de Agosto e Petro de Luanda, naquele que será o primeiro jogo internacional que o recinto alberga.

Sensível aos constrangimentos provocados pela pandemia da Covid-19 e tendo em conta o facto de a prova ser disputada por duas formações angolanas, o Comité Executivo da Confederação Africana de Andebol (CAHB) decidiu, a título excepcional, alterar o local da competição de Agadir (Marrocos) para Luanda, de acordo com uma nota da equipa “militar”.

Segundo o mesmo documento, o 1º de Agosto vai suportar todas as despesas organizativas e operacionais.  

“A realização desta prestigiada competição, que marca o baptismo internacional do Pavilhão Paulo Bunze, representa um marco importante na vida da nossa Cidade Desportiva e um motivo de orgulho para toda a família agostina”, realça a nota.

Com 19 troféus, o Petro de Luanda é a equipa mais titulada do continente, ao passo que o 1º de Agosto, actual campeão, conta com seis conquistas, além de um título de campeão mundial de clubes, arrebatado em 2019, na China.

Quanto ao pavilhão multiúsos, situado na nova Cidade Desportiva, nas antigas instalações do quartel das comunicações, possui uma capacidade de 1500 espectadores. Foi inaugurado no dia 6 de Agosto de 2018.

A designação da infra-estrutura é uma homenagem à antiga “estrela” do 1º de Agosto e da selecção nacional, o falecido Paulo Bunze..           

Sensível aos constrangimentos provocados pela pandemia da Covid-19 e tendo em conta o facto de a prova ser disputada por duas formações angolanas, o Comité Executivo da Confederação Africana de Andebol (CAHB) decidiu, a título excepcional, alterar o local da competição de Agadir (Marrocos) para Luanda, de acordo com uma nota da equipa “militar”.

Segundo o mesmo documento, o 1º de Agosto vai suportar todas as despesas organizativas e operacionais.  

“A realização desta prestigiada competição, que marca o baptismo internacional do Pavilhão Paulo Bunze, representa um marco importante na vida da nossa Cidade Desportiva e um motivo de orgulho para toda a família agostina”, realça a nota.

Com 19 troféus, o Petro de Luanda é a equipa mais titulada do continente, ao passo que o 1º de Agosto, actual campeão, conta com seis conquistas, além de um título de campeão mundial de clubes, arrebatado em 2019, na China.

Quanto ao pavilhão multiúsos, situado na nova Cidade Desportiva, nas antigas instalações do quartel das comunicações, possui uma capacidade de 1500 espectadores. Foi inaugurado no dia 6 de Agosto de 2018.

A designação da infra-estrutura é uma homenagem à antiga “estrela” do 1º de Agosto e da selecção nacional, o falecido Paulo Bunze..