Angola defronta Tunísia na fase de consolação

  • Selecção angolana de andebol em estágio na Huíla
Luanda – A selecção angolana sénior masculina de andebol defronta, segunda-feira (18 horas), a sua congénere da Tunísia para a terceira e última jornada do grupo 1 da fase de consolação do mundial que decorre no Egipto.

Angola ocupa a terceira posição da série com dois pontos, mercê da desistência de Cabo Verde, ao passo que os tunisinos são líderes com quatro, seguidos da República Democrática do Congo, igualmente com quatro pontos e já sem jogos por realizar.

Caso vença, a equipa nacional fica em segundo lugar. Já uma eventual derrota coloca-a no terceiro posto, mas, qualquer que seja o desfecho da partida com os tunisinos, o próximo adversário dos angolanos sairá do encontro entre Marrocos e Chile, da série 2 de consolação.

Dado certo é que Angola não será última (32ª), nem penúltima (31ª) classificada deste mundial, podendo disputar as classificativas do 27º ao 30º lugares.

A fase de consolação, ou das classificativas dos últimos oito lugares (25º ao 32º), é constituída por dois grupos (1 e 2) de quatro selecções, devendo os seus integrantes cruzarem-se, posteriormente, com o seguinte emparceiramento:

1º do grupo 1 vs 1º de grupo 2

2º do grupo 1 vs 2º do grupo 2

3º do grupo 1 vs 3º do grupo 2

4º do grupo 1 vs 4º do grupo 2

O grupo 2, com a última jornada por se realizar ainda este domingo, é comandado pela Áustria com quatro pontos, seguida do Chile e Marrocos, ambos com dois, e no último lugar, sem pontuar, está a Coreia do Sul.

Neste sentido, o 32º e último lugar do mundial está já reservado à equipa cabo-verdiana, desistente por conta da pandemia da covid-19 que afectou grande parte dos jogadores, enquanto na penúltima posição (31ª) fica a Coreia do Sul, que independentemente do resultado frente à Áustria não evitará o actual posicionamento (4º) no seu grupo de consolação.

Em caso de vitória, os sul-coreanos farão dois pontos, os mesmos com que poderão terminar o Chile ou Marrocos, na eventualidade de não empatarem o jogo entre ambos, mas, ainda assim, morroquinos ou chilenos acabam por ficar à frente, pois ganharam a Coreia nesta fase.

Caso as selecções tenham terminado os grupos com a mesma pontuação, o desempate será feito com base no confronto directo.

Angola ocupa a terceira posição da série com dois pontos, mercê da desistência de Cabo Verde, ao passo que os tunisinos são líderes com quatro, seguidos da República Democrática do Congo, igualmente com quatro pontos e já sem jogos por realizar.

Caso vença, a equipa nacional fica em segundo lugar. Já uma eventual derrota coloca-a no terceiro posto, mas, qualquer que seja o desfecho da partida com os tunisinos, o próximo adversário dos angolanos sairá do encontro entre Marrocos e Chile, da série 2 de consolação.

Dado certo é que Angola não será última (32ª), nem penúltima (31ª) classificada deste mundial, podendo disputar as classificativas do 27º ao 30º lugares.

A fase de consolação, ou das classificativas dos últimos oito lugares (25º ao 32º), é constituída por dois grupos (1 e 2) de quatro selecções, devendo os seus integrantes cruzarem-se, posteriormente, com o seguinte emparceiramento:

1º do grupo 1 vs 1º de grupo 2

2º do grupo 1 vs 2º do grupo 2

3º do grupo 1 vs 3º do grupo 2

4º do grupo 1 vs 4º do grupo 2

O grupo 2, com a última jornada por se realizar ainda este domingo, é comandado pela Áustria com quatro pontos, seguida do Chile e Marrocos, ambos com dois, e no último lugar, sem pontuar, está a Coreia do Sul.

Neste sentido, o 32º e último lugar do mundial está já reservado à equipa cabo-verdiana, desistente por conta da pandemia da covid-19 que afectou grande parte dos jogadores, enquanto na penúltima posição (31ª) fica a Coreia do Sul, que independentemente do resultado frente à Áustria não evitará o actual posicionamento (4º) no seu grupo de consolação.

Em caso de vitória, os sul-coreanos farão dois pontos, os mesmos com que poderão terminar o Chile ou Marrocos, na eventualidade de não empatarem o jogo entre ambos, mas, ainda assim, morroquinos ou chilenos acabam por ficar à frente, pois ganharam a Coreia nesta fase.

Caso as selecções tenham terminado os grupos com a mesma pontuação, o desempate será feito com base no confronto directo.