Angola e Cabo Verde defrontam-se oito anos depois

  • Selecção feminina de basquetebol de Angola (Arquivo)
Luanda - A selecção angolana de basquetebol feminina defronta Cabo Verde, às 14 horas de quarta-feira, em jogo dos oitavos-de-final do Campeonato Africano “Afrobasket`2021”, oito anos depois do último confronto entre si em prova do género.

A partida a eliminar, entre angolanas (quintas classificadas da edição anterior) e cabo-verdianas (nonas), será disputada no pavilhão Multipurpose Sports Complex, em Yaoundé, Camarões.

O último encontro entre as duas selecções aconteceu no Afrobasket de 2013, em Moçambique, com vitória do combinado nacional (76-51), onde a antiga extremo Nacissela Maurício foi a jogadora mais valiosa do evento (MVP).

No cômputo geral, Angola e Cabo Verde medem forças pela terceira vez na Taça das Nações. Jogaram, também, em 2007, na competição que o Senegal albergou, com triunfo da primeira (66-41).

Naquele confronto, despontaram as ex- jogadoras Ernestina com 15 pts e Jaqueline com oito ressaltos e igual número de assistências.

Para  Angola atingir a esta fase do campeonato de Yaoundé, as comandadas de Walter Costa falharam a qualificação directa para os quartos-de-final ao terminarem na segunda posição do grupo B, com três pontos.

As bicampeãs continentais venceram Moçambique (70-61), na ronda inaugural, e perderam diante da Nigéria (65-85) no encerramento da fase de grupos.

Já as cabo-verdianas ficaram na última posição da série A com dois pontos, depois dos desaires diante do Quénia (58-61) e dos Camarões (40-71).

As nigerianas são campeãs em título.

 

A partida a eliminar, entre angolanas (quintas classificadas da edição anterior) e cabo-verdianas (nonas), será disputada no pavilhão Multipurpose Sports Complex, em Yaoundé, Camarões.

O último encontro entre as duas selecções aconteceu no Afrobasket de 2013, em Moçambique, com vitória do combinado nacional (76-51), onde a antiga extremo Nacissela Maurício foi a jogadora mais valiosa do evento (MVP).

No cômputo geral, Angola e Cabo Verde medem forças pela terceira vez na Taça das Nações. Jogaram, também, em 2007, na competição que o Senegal albergou, com triunfo da primeira (66-41).

Naquele confronto, despontaram as ex- jogadoras Ernestina com 15 pts e Jaqueline com oito ressaltos e igual número de assistências.

Para  Angola atingir a esta fase do campeonato de Yaoundé, as comandadas de Walter Costa falharam a qualificação directa para os quartos-de-final ao terminarem na segunda posição do grupo B, com três pontos.

As bicampeãs continentais venceram Moçambique (70-61), na ronda inaugural, e perderam diante da Nigéria (65-85) no encerramento da fase de grupos.

Já as cabo-verdianas ficaram na última posição da série A com dois pontos, depois dos desaires diante do Quénia (58-61) e dos Camarões (40-71).

As nigerianas são campeãs em título.