Xadrez: Angola disputa mundial da juventude

  • Xadregistas Durante Uma Competição
Luanda – Angola inicia sábado a disputa do Campeonato do Mundo da juventude em xadrez, a ser organizado pela Geórgia, nas categorias de Sub -10, Sub -12, Sub -14 e Sub -16.

A prova será disputada online, conforme orientação da Federação Internacional de Xadrez (FIDE), devido à pandemia da Covid -19.

De acordo com o regulamento, as eliminatórias para a África decorrerão de 28 a 30 deste mês, qualificando-se para a outra fase as três primeiras selecções de cada categoria.

A Selecção Nacional tem como destaque a xadrezista, candidata a mestre (CM), Renelsa António, da província do Cunene.

A jogadora mereceu novamente a confiança da equipa técnica nacional, depois da sua estreia no evento, em 2018, em que evoluiu na categoria de Sub -14.

Renelsa, da Escola Castilho, do Cunene, possui um Elo de 1292 (força de jogo). É campeã nacional nas categorias de Sub - 12, 14 e 16, além de campeã africana do zonal africano 4.5.

Nesta prova, em femininos, Angola participa igualmente com Jemima Paulo (Elo,1599 - na categoria de Sub – 14), a Mestre Fide e campeã africana em Sub -18, Ednasia Júnior (Elo 1808) e ainda pela campeã africana de júnior, Ghana` 2019, Luzia Pires (Elo 1752).

Em masculinos, o país estará representado em Sub -10 com Joaquim Soares (Elo 1619 - campeão nacional de 2019), em Sub -16 com o Mestre Fide Domingos Júnior (Elo 1894) e com o Candidato a Mestre Amaro Lutuima, em Sub -18 (Elo 2050).

Angola participa desta prova desde 2015.

A prova será disputada online, conforme orientação da Federação Internacional de Xadrez (FIDE), devido à pandemia da Covid -19.

De acordo com o regulamento, as eliminatórias para a África decorrerão de 28 a 30 deste mês, qualificando-se para a outra fase as três primeiras selecções de cada categoria.

A Selecção Nacional tem como destaque a xadrezista, candidata a mestre (CM), Renelsa António, da província do Cunene.

A jogadora mereceu novamente a confiança da equipa técnica nacional, depois da sua estreia no evento, em 2018, em que evoluiu na categoria de Sub -14.

Renelsa, da Escola Castilho, do Cunene, possui um Elo de 1292 (força de jogo). É campeã nacional nas categorias de Sub - 12, 14 e 16, além de campeã africana do zonal africano 4.5.

Nesta prova, em femininos, Angola participa igualmente com Jemima Paulo (Elo,1599 - na categoria de Sub – 14), a Mestre Fide e campeã africana em Sub -18, Ednasia Júnior (Elo 1808) e ainda pela campeã africana de júnior, Ghana` 2019, Luzia Pires (Elo 1752).

Em masculinos, o país estará representado em Sub -10 com Joaquim Soares (Elo 1619 - campeão nacional de 2019), em Sub -16 com o Mestre Fide Domingos Júnior (Elo 1894) e com o Candidato a Mestre Amaro Lutuima, em Sub -18 (Elo 2050).

Angola participa desta prova desde 2015.