Angola qualifica-se às meias-finais do CAN de andebol

  • Momento de ataque de Angola diante da RDC
Luanda – A selecção nacional sénior feminina de andebol qualificou-se esta terça-feira às meias-finais do Campeonato Africano sénior feminino de andebol (CAN2021), com vitória sobre a República Democrática do Congo, por 29-20.

O combinado nacional vencia já ao intervalo por 15-10, tendo liderado sempre o marcador ao longo do desafio, disputado no Palácio dos Desportos de Yaoundé, nos Camarões.

As campeãs continentais iniciaram a partida com Helena de Sousa (guarda-redes), Magda Cazanga e Wuta Dombaxi (laterais), Isabel Guialo (central), Liliana Venâncio (pivô), Carolina Morais e Natália Bernardo (pontas), mas ao longo do jogo o técnico Filipe Cruz utilizou todas as jogadoras.

No primeiro tempo Angola marcou 15 pontos e no segundo 14, enquanto as oponentes rubricaram dez golos em cada período.

Isabel Guialo foi a atleta mais produtiva do conjunto nacional, com 5 golos, tendo sido também eleita a melhor jogadora da partida (MVP). Elena Paulo e Magda Cazanga apontaram 4 golos cada.

Quarta-feira, nas meias-finais, a selecção nacional defrontará a Tunísia, que venceu também hoje a Guiné-Conacri, por 27-20, quando vencia ao intervalo por 15-7.

Na outra meia final medem forças Camarões e Congo Brazzaville. A primeira afastou nos quartos-de-final a Nigéria com triunfo de 44 -14, quando vencia ao intervalo por 26-3, e a segunda derrotou o Senegal por 21-20, quando nos primeiros 30 minutos já levava vantagem de 11-6. 

As quatro semi-finalistas estão qualificadas para o Campeonato do Mundo, a disputar-se em Dezembro na Espanha.

O combinado nacional vencia já ao intervalo por 15-10, tendo liderado sempre o marcador ao longo do desafio, disputado no Palácio dos Desportos de Yaoundé, nos Camarões.

As campeãs continentais iniciaram a partida com Helena de Sousa (guarda-redes), Magda Cazanga e Wuta Dombaxi (laterais), Isabel Guialo (central), Liliana Venâncio (pivô), Carolina Morais e Natália Bernardo (pontas), mas ao longo do jogo o técnico Filipe Cruz utilizou todas as jogadoras.

No primeiro tempo Angola marcou 15 pontos e no segundo 14, enquanto as oponentes rubricaram dez golos em cada período.

Isabel Guialo foi a atleta mais produtiva do conjunto nacional, com 5 golos, tendo sido também eleita a melhor jogadora da partida (MVP). Elena Paulo e Magda Cazanga apontaram 4 golos cada.

Quarta-feira, nas meias-finais, a selecção nacional defrontará a Tunísia, que venceu também hoje a Guiné-Conacri, por 27-20, quando vencia ao intervalo por 15-7.

Na outra meia final medem forças Camarões e Congo Brazzaville. A primeira afastou nos quartos-de-final a Nigéria com triunfo de 44 -14, quando vencia ao intervalo por 26-3, e a segunda derrotou o Senegal por 21-20, quando nos primeiros 30 minutos já levava vantagem de 11-6. 

As quatro semi-finalistas estão qualificadas para o Campeonato do Mundo, a disputar-se em Dezembro na Espanha.