Petro domina selecção de basquetebol

  • Equipa Principal de Basquetebol do Petro de Luanda
Luanda – Atletas do Petro de Luanda dominam a convocatória da selecção nacional sénior masculina de basquetebol que vai disputar, este mês, a janela de qualificação ao Afrobasket`2021, em Kigali, Ruanda.

Tornada pública na noite de sexta-feira, na capital do país, o conjunto nacional conta apenas com dois jogadores que não são “petrolíferos”, designadamente o poste Yanick Moreira e o extremo base Jacques da Conceição.

A Comissão de Gestão da Federação Angolana de Basquetebol, coordenada por Gustavo da Conceição, indicou para a empreitada a dupla técnica do Petro, José Neto (principal) e Aníbal Moreira (adjunto).

Acções administrativas decorrem para a vinda, proximamente, dos dois atletas ao país.

Angola disputa a qualificação ao Afrobasket`2021 no grupo - B, com Moçambique, Quénia e Senegal.

Constituição da selecção nacional

Joaquim Pedro, Childe Dundão, Carlos Morais, José António, Olímpio Cipriano, Gerson Gonçalves, Melvyn da Silva, Leonel Paulo, Aboubakar Gakou, Jone Pedro, Valdelício Joaquim, além de  Yanick Moreira (AEK da Grécia) e Jacques da Conceição (Galitos de Portugal).

A indicação do Petro para representar o país neste evento, decorre do facto, segundo a FAB, de ser a formação com maior número de treinos, numa altura em que o arranque da época tem sido dificultado devido à Covid – 19, além da gestão logística.

Ademais, trata-se da mesma formação que irá disputar a inédita Liga Africana de Basquetebol, de 5 a 18 de Dezembro, justamente no mesmo palco (Kigali, Ruanda).

Tornada pública na noite de sexta-feira, na capital do país, o conjunto nacional conta apenas com dois jogadores que não são “petrolíferos”, designadamente o poste Yanick Moreira e o extremo base Jacques da Conceição.

A Comissão de Gestão da Federação Angolana de Basquetebol, coordenada por Gustavo da Conceição, indicou para a empreitada a dupla técnica do Petro, José Neto (principal) e Aníbal Moreira (adjunto).

Acções administrativas decorrem para a vinda, proximamente, dos dois atletas ao país.

Angola disputa a qualificação ao Afrobasket`2021 no grupo - B, com Moçambique, Quénia e Senegal.

Constituição da selecção nacional

Joaquim Pedro, Childe Dundão, Carlos Morais, José António, Olímpio Cipriano, Gerson Gonçalves, Melvyn da Silva, Leonel Paulo, Aboubakar Gakou, Jone Pedro, Valdelício Joaquim, além de  Yanick Moreira (AEK da Grécia) e Jacques da Conceição (Galitos de Portugal).

A indicação do Petro para representar o país neste evento, decorre do facto, segundo a FAB, de ser a formação com maior número de treinos, numa altura em que o arranque da época tem sido dificultado devido à Covid – 19, além da gestão logística.

Ademais, trata-se da mesma formação que irá disputar a inédita Liga Africana de Basquetebol, de 5 a 18 de Dezembro, justamente no mesmo palco (Kigali, Ruanda).