Crença e disciplina táctica resultam em título - Edgar Neto

  • 1º de Agosto vence Petro e conquista Supertaça Africana
Luanda – O técnico-adjunto do Petro de Luanda, Edgar Neto, afirmou que a vitória sobre o 1º de Agosto, por 20-14, e a consequente conquista do Campeonato Nacional sénior feminino de andebol se deveu a crença e disciplina táctica das jogadoras.

Falando à imprensa nesta segunda-feira, após o desafio decorrido no pavilhão Multiúsos do Kilamba, afirmou que a primeira linha defensiva travou o jogo ofensivo do 1º de Agosto, que acabou perdendo a paciência em determinados momentos.

O adjunto de Vivaldo Eduardo valorizou, particularmente, o desempenho da Guarda-redes Maria Alberto, acrescentando que o seu desempenho contribuiu para a boa exibição do conjunto.

Dada experiência e maturidade da equipa "militar", referiu que a estratégia também passou pela eficácia defensiva e ofensiva.

Na fase regular da prova, as "petrolíferas" haviam terminado na segunda posição com 12 pontos, menos dois que as "rubro-negras" na liderança.

Técnico do 1° de Agosto lamenta ineficácia no ataque

O treinador do 1° de Agosto, Nelson Catito, lamentou as falhas na finalização da sua equipa e apontou este factor como causa da derrota diante do Petro de Luanda, por 14-20, na final do Campeonato Nacional.

Além dos erros, apontou a fraca criatividade no ataque, prometendo continuar a trabalhar para os próximos compromissos.

Petro e 1º de Agosto voltam a defrontar-se no próximo dia 22 de Maio, para a Taça Babacar Fall, no pavilhão Paulo Bunze, em Luanda.

 

Falando à imprensa nesta segunda-feira, após o desafio decorrido no pavilhão Multiúsos do Kilamba, afirmou que a primeira linha defensiva travou o jogo ofensivo do 1º de Agosto, que acabou perdendo a paciência em determinados momentos.

O adjunto de Vivaldo Eduardo valorizou, particularmente, o desempenho da Guarda-redes Maria Alberto, acrescentando que o seu desempenho contribuiu para a boa exibição do conjunto.

Dada experiência e maturidade da equipa "militar", referiu que a estratégia também passou pela eficácia defensiva e ofensiva.

Na fase regular da prova, as "petrolíferas" haviam terminado na segunda posição com 12 pontos, menos dois que as "rubro-negras" na liderança.

Técnico do 1° de Agosto lamenta ineficácia no ataque

O treinador do 1° de Agosto, Nelson Catito, lamentou as falhas na finalização da sua equipa e apontou este factor como causa da derrota diante do Petro de Luanda, por 14-20, na final do Campeonato Nacional.

Além dos erros, apontou a fraca criatividade no ataque, prometendo continuar a trabalhar para os próximos compromissos.

Petro e 1º de Agosto voltam a defrontar-se no próximo dia 22 de Maio, para a Taça Babacar Fall, no pavilhão Paulo Bunze, em Luanda.