Eduardo Mingas "ganha" complexo desportivo

  • Eduardo Mingas admite fim do ciclo - Arquivo
Saurimo – O basquetebolista Eduardo Mingas foi nesta quarta-feira homenageado, em Saurimo (Lunda Sul), com a atribuição do seu nome a um complexo polidesportivo, inaugurado no âmbito dos 45 anos da Independência Nacional, que hoje se assinala.

A obra, erguida no bairro Txizainga II, arredores de Saurimo, ficou orçada em 128 milhões de kwanzas.

A infra-estrutura servirá o andebol, basquetebol, futebol de salão, ginástica e atletismo.

Para o governador Daniel Neto, Eduardo Mingas é um dos pilares do desporto nacional, que incentiva os jovens e tem sabido elevar o bom nome do país a nível nacional e internacional.

Já o director do gabinete provincial da juventude e desportos, Salvador Wanuque, afirmou ser o atleta merecedor da homenagem pelos seus feitos ao longo da carreira.

Teresa de Sá, família do basquetebolista, enalteceu a iniciativa do Governo por tudo que Eduardo Mingas tem vindo a fazer em prol do desporto, sendo que acções do género contribuem para a auto-estima.

O  atleta, de 1,98 metros, actualmente ao serviço do 1.º de Agosto, teve passagens pelo Petro de Luanda, Interclube e Recreativo do Libolo.

O poste foi considerado jogador mais valioso (MVP) da Liga dos Clubes Campeões Africanos em basquetebol edição 2018/19, conquistada pela colectividade rubro - negra.

Com 41 anos de idade, tem, nos últimos dois anos, equacionado a possibilidade de deixar de representar as selecções nacionais, dedicando-se inteiramente ao clube "militar", com o qual renovou, em Junho, o contrato por mais uma época.

Natural de Saurimo, Eduardo Mingas estreou-se pela Selecção Nacional no Campeonato do Mundo de Indianápolis’2002 (Estados Unidos da América), seguindo-se  Saitama’2006 (Japão), onde Angola realizou a melhor prestação de sempre num Mundial (10º lugar).

Quatro anos depois, exibiu-se em Kayseri (Turquia), seguindo-se Las Palmas de Gran Canárias (Espanha), em 2014 e recentemente na China, em 2019.

A obra, erguida no bairro Txizainga II, arredores de Saurimo, ficou orçada em 128 milhões de kwanzas.

A infra-estrutura servirá o andebol, basquetebol, futebol de salão, ginástica e atletismo.

Para o governador Daniel Neto, Eduardo Mingas é um dos pilares do desporto nacional, que incentiva os jovens e tem sabido elevar o bom nome do país a nível nacional e internacional.

Já o director do gabinete provincial da juventude e desportos, Salvador Wanuque, afirmou ser o atleta merecedor da homenagem pelos seus feitos ao longo da carreira.

Teresa de Sá, família do basquetebolista, enalteceu a iniciativa do Governo por tudo que Eduardo Mingas tem vindo a fazer em prol do desporto, sendo que acções do género contribuem para a auto-estima.

O  atleta, de 1,98 metros, actualmente ao serviço do 1.º de Agosto, teve passagens pelo Petro de Luanda, Interclube e Recreativo do Libolo.

O poste foi considerado jogador mais valioso (MVP) da Liga dos Clubes Campeões Africanos em basquetebol edição 2018/19, conquistada pela colectividade rubro - negra.

Com 41 anos de idade, tem, nos últimos dois anos, equacionado a possibilidade de deixar de representar as selecções nacionais, dedicando-se inteiramente ao clube "militar", com o qual renovou, em Junho, o contrato por mais uma época.

Natural de Saurimo, Eduardo Mingas estreou-se pela Selecção Nacional no Campeonato do Mundo de Indianápolis’2002 (Estados Unidos da América), seguindo-se  Saitama’2006 (Japão), onde Angola realizou a melhor prestação de sempre num Mundial (10º lugar).

Quatro anos depois, exibiu-se em Kayseri (Turquia), seguindo-se Las Palmas de Gran Canárias (Espanha), em 2014 e recentemente na China, em 2019.