Girabola2020/21: Falta de eficácia dita empate caseiro - Albano César

  • Técnico do Wiliete de Benguela, Albano César
Benguela – O técnico do Wiliete de Benguela, Albano César, disse hoje, domingo, que a falta de eficácia na finalização ditou o empate caseiro, a zero bolas, diante do Ferrovia do Huambo.

Segundo o treinador, que falava no final do jogo da 24ª jornada do campeonato nacional de futebol da primeira divisão, Girabola 2020/21, a sua equipa dominou o jogo, mas pecou na finalização.

“Criamos muitas oportunidades, não fomos eficazes e o melhor jogador em campo foi o guarda-redes do Ferrovia, porque soube proteger bem a sua baliza e foi a salvaguarda da equipa adversária”, considerou o técnico.

Albano César destacou que o Wiliete teve boas transições defesa-ataque e saiu-se bem no ataque continuado, faltando apenas concretizar as jogadas em golo.

“O nosso guarda-redes esteve quase sem tocar na bola e não houve situação de perigo por parte do adversário, mas não é isso que vale, o que vale é marcar golos e ganhar jogos”, disse.

Com este resultado, o Wiliete soma 31 pontos, na sétima posição.

Já o técnico do Ferrovia do Huambo, Agostinho Tramagal, considerou de positivo o resultado, uma vez que a sua equipa já não pontuava fora de casa há algumas jornadas.

Agostinho Tramagal disse que a sua equipa veio para ganhar o jogo, mas infelizmente não conseguiu, porque do outro lado estava uma equipa bem treinada e aguerrida.

Felicitou os seus jogadores pela competência e qualidade demostradas, mesmo com salários e prémios de jogo em atraso.

Com este resultado o Ferrovia do Huambo soma 10 pontos, na última posição.

Segundo o treinador, que falava no final do jogo da 24ª jornada do campeonato nacional de futebol da primeira divisão, Girabola 2020/21, a sua equipa dominou o jogo, mas pecou na finalização.

“Criamos muitas oportunidades, não fomos eficazes e o melhor jogador em campo foi o guarda-redes do Ferrovia, porque soube proteger bem a sua baliza e foi a salvaguarda da equipa adversária”, considerou o técnico.

Albano César destacou que o Wiliete teve boas transições defesa-ataque e saiu-se bem no ataque continuado, faltando apenas concretizar as jogadas em golo.

“O nosso guarda-redes esteve quase sem tocar na bola e não houve situação de perigo por parte do adversário, mas não é isso que vale, o que vale é marcar golos e ganhar jogos”, disse.

Com este resultado, o Wiliete soma 31 pontos, na sétima posição.

Já o técnico do Ferrovia do Huambo, Agostinho Tramagal, considerou de positivo o resultado, uma vez que a sua equipa já não pontuava fora de casa há algumas jornadas.

Agostinho Tramagal disse que a sua equipa veio para ganhar o jogo, mas infelizmente não conseguiu, porque do outro lado estava uma equipa bem treinada e aguerrida.

Felicitou os seus jogadores pela competência e qualidade demostradas, mesmo com salários e prémios de jogo em atraso.

Com este resultado o Ferrovia do Huambo soma 10 pontos, na última posição.