Governador quer conjugação de esforços para manter firme os desafios do desportivo da Lunda Sul

Saurimo – O governador Daniel Neto, exortou hoje, sexta-feira, a direcção e os órgãos sociais do clube Desportivo da Lunda Sul a conjugação de esforços para manter firme os desafios dos quais foram incumbidos na liderança da nova agremiação que irá representar a província na maior montra do desporto nacional.

A intenção foi manifestada durante o acto de tomada de posse dos dirigentes do clube Desportivo da Lunda Sul, tendo sublinhado que só desta forma será possível conseguir manter o clube nos lugares cimeiros, visando resgatar a mística desportiva da província.

Sublinhou que o governo da Lunda Sul vai continuar a privilegiar o diálogo com todos os parceiros, para se encontrar os melhores caminhos que ajudam a resgatar a mística de diversas modalidades na região.

Daniel Neto disse ser necessário mobilizar os potenciais parceiros  para se continuar a construir um grupo mais forte e vencedor e tornar o Desportivo da Lunda Sul num clube de referência a nível nacional e internacional.

Por seu turno, o presidente da agremiação, Miguel Silva, apontou, como uma das prioridades, a reestruturação do clube e a reabilitação das infra-estruturas sociais.

Miguel da Silva explicou que o actual quadro da agremiação desportiva requer maior organização, por este facto, a prioridade passa pela recuperação do clube em termos funcionais e participação social.

Para o efeito, frisou que ao longo do seu mandato de quatro anos, procurará trabalhar na estabilidade do mesmo, tendo como ponto de partida a reestruturação e organização da classe associativa, enquanto suporte das organizações desportivas.

Sublinhou que a captação de mais patrocínios e a criação de parcerias com empresas e instituições, bem como a realização de eventos geradores de receitas para a promoção da autonomia financeira do clube, são outras linhas de força constantes no plano de acção.

No capítulo competitivo, disse ser prioridade a formação dos atletas, para a constituição de uma equipa forte e coesa para nos próximos anos participar na segunda divisão e poder  voltar a primeira divisão, assim como a dinamização de outras modalidades que fazem parte do Desportivo da Lunda Sul.

Durante o acto, tomaram igualmente posse Elife Salvador, para o cargo de vice-presidente, Guerra Horácio (secretário geral), João Reis (director financeiro), Alberto Seheno (presidente do conselho de disciplina).

Para a mesa da assembleia-geral do único representante da província da Lunda Sul na presente edição da IIª divisão foram empossados, Izildo Paulo, como presidente, Mário Luciano, para vice-presidente, enquanto Teresa de Sá vai exercer as funções de secretária deste órgão deliberativo.

Como vogais de direcção foram empossados Isa Linda, José Luís, Arlindo Cristóvão.

A Lunda Sul já esteve presente no Girabola com clubes como Progresso da Lunda Sul em 2015, 2016 e 2017.

O clube Desportivo da Lunda Sul é resultado de um memorando de entendimento entre o governo local e a Sociedade Mineira de Catoca, assinado à 07 de Março do ano em curso, no âmbito do apoio ao desporto na província.

A intenção foi manifestada durante o acto de tomada de posse dos dirigentes do clube Desportivo da Lunda Sul, tendo sublinhado que só desta forma será possível conseguir manter o clube nos lugares cimeiros, visando resgatar a mística desportiva da província.

Sublinhou que o governo da Lunda Sul vai continuar a privilegiar o diálogo com todos os parceiros, para se encontrar os melhores caminhos que ajudam a resgatar a mística de diversas modalidades na região.

Daniel Neto disse ser necessário mobilizar os potenciais parceiros  para se continuar a construir um grupo mais forte e vencedor e tornar o Desportivo da Lunda Sul num clube de referência a nível nacional e internacional.

Por seu turno, o presidente da agremiação, Miguel Silva, apontou, como uma das prioridades, a reestruturação do clube e a reabilitação das infra-estruturas sociais.

Miguel da Silva explicou que o actual quadro da agremiação desportiva requer maior organização, por este facto, a prioridade passa pela recuperação do clube em termos funcionais e participação social.

Para o efeito, frisou que ao longo do seu mandato de quatro anos, procurará trabalhar na estabilidade do mesmo, tendo como ponto de partida a reestruturação e organização da classe associativa, enquanto suporte das organizações desportivas.

Sublinhou que a captação de mais patrocínios e a criação de parcerias com empresas e instituições, bem como a realização de eventos geradores de receitas para a promoção da autonomia financeira do clube, são outras linhas de força constantes no plano de acção.

No capítulo competitivo, disse ser prioridade a formação dos atletas, para a constituição de uma equipa forte e coesa para nos próximos anos participar na segunda divisão e poder  voltar a primeira divisão, assim como a dinamização de outras modalidades que fazem parte do Desportivo da Lunda Sul.

Durante o acto, tomaram igualmente posse Elife Salvador, para o cargo de vice-presidente, Guerra Horácio (secretário geral), João Reis (director financeiro), Alberto Seheno (presidente do conselho de disciplina).

Para a mesa da assembleia-geral do único representante da província da Lunda Sul na presente edição da IIª divisão foram empossados, Izildo Paulo, como presidente, Mário Luciano, para vice-presidente, enquanto Teresa de Sá vai exercer as funções de secretária deste órgão deliberativo.

Como vogais de direcção foram empossados Isa Linda, José Luís, Arlindo Cristóvão.

A Lunda Sul já esteve presente no Girabola com clubes como Progresso da Lunda Sul em 2015, 2016 e 2017.

O clube Desportivo da Lunda Sul é resultado de um memorando de entendimento entre o governo local e a Sociedade Mineira de Catoca, assinado à 07 de Março do ano em curso, no âmbito do apoio ao desporto na província.