Justina Praça eleita presidente da AMUD

  • Membros da AMUD durante o acto eleitoral
  • Fernanda Teixeira, Presidente da AMUD Luanda, durante a votação
  • Justina Praça   Nova Presidente da AMUD
Luanda - Com 40 votos a favor e um em branco, a ex-andebolista Justina Praça foi eleita presidente da Associação Angolana a Mulher e o Desporto (AMUD), em acto realizado nesta sexta-feira, em Luanda.

Em lista única, a antiga guarda-redes da selecção nacional substituiu no cargo a sua ex-colega de posição, Odete Tavares, que liderou a organização durante os últimos oito anos.

Nas suas primeiras declarações à imprensa, a antiga jogadora do Metz de França disse que as acções iniciais serão no sentido de avaliar o trabalho realizado nos dois últimos mandatos, e definir estratégias em função do seu plano de acção.

A nova líder pretende que a AMUD se desenvolva nas 18 províncias do país (existe em 13) e com determinada autonomia das executoras locais, dentro de um quadro estudado e aprovado conjuntamente.

Justina Lopes Praça Garcia, nasceu em Quilengues, província da Huíla, em 26 de Maio de 1979.

Considerada uma das melhores guarda-redes dos últimos 20 anos, iniciou-se no andebol aos dez anos de idade, no clube 1.º de Maio de Benguela, e aos 18 seguiu para Luanda onde ingressou no Atlético Sport Aviação (ASA), evoluindo ainda em clubes como o Petro e 1.º de Agosto.

No seu curriculum desportivo pontificam títulos africanos, participações em campeonatos do mundo e Jogos Olímpicos.

Após abandono da vida desportiva como atleta, a tetra - campeã africana abraçou o dirigismo, tendo sido Vogal de Direcção da Associação Provincial de Andebol de Luanda, no período de 2008 a 2012.

Em lista única, a antiga guarda-redes da selecção nacional substituiu no cargo a sua ex-colega de posição, Odete Tavares, que liderou a organização durante os últimos oito anos.

Nas suas primeiras declarações à imprensa, a antiga jogadora do Metz de França disse que as acções iniciais serão no sentido de avaliar o trabalho realizado nos dois últimos mandatos, e definir estratégias em função do seu plano de acção.

A nova líder pretende que a AMUD se desenvolva nas 18 províncias do país (existe em 13) e com determinada autonomia das executoras locais, dentro de um quadro estudado e aprovado conjuntamente.

Justina Lopes Praça Garcia, nasceu em Quilengues, província da Huíla, em 26 de Maio de 1979.

Considerada uma das melhores guarda-redes dos últimos 20 anos, iniciou-se no andebol aos dez anos de idade, no clube 1.º de Maio de Benguela, e aos 18 seguiu para Luanda onde ingressou no Atlético Sport Aviação (ASA), evoluindo ainda em clubes como o Petro e 1.º de Agosto.

No seu curriculum desportivo pontificam títulos africanos, participações em campeonatos do mundo e Jogos Olímpicos.

Após abandono da vida desportiva como atleta, a tetra - campeã africana abraçou o dirigismo, tendo sido Vogal de Direcção da Associação Provincial de Andebol de Luanda, no período de 2008 a 2012.