Petro inicia fase do “tudo ou nada” na “champions”

  • Plantel do Petro de Luanda (Arquivo)
Luanda - O Petro de Luanda recebe terça-feira às 17 horas, no Estádio 11 de Novembro, o Kaizer Chiefs da África do Sul, em partida da 4ª jornada do grupo C da Liga dos Clubes Campeões, dando início a uma série de três jogos em que está obrigado a vencer para “alimentar” a esperança de atingir os quartos-de-final.

O representante angolano ocupa a última posição da série, sem pontuar, e outro resultado que não a vitória deita por “terra” as suas aspirações, pelo que Bodunha e comandados terão de se aplicar para ultrapassar um adversário esclarecido, cujo técnico afirmou, a sua chegada a Luanda, ser igualmente propósito conquistar os três pontos.

Em função disto, prevê-se um desafio equilibrado, apesar do factor casa dos petrolíferos que têm de ganhar, os três desafios seguintes, e depender do desempenho dos outros concorrentes, num grupo liderado pelo Wydad Casablanca do Marrocos com nove pontos e praticamente apurado à fase seguinte.

A formação sul-africana tem quatro pontos, os mesmos que o Horoya da Guiné Conacry, e, além da posição classificativa, leva ainda vantagem sobre o Petro quanto ao saldo de golos, pois marcou dois e sofreu quatro, enquanto a equipa angolana consentiu cinco golos e não marcou.

Para o mesmo grupo, jogam também terça-feira Horoya FC-Widad de Casablanca.         

O representante angolano ocupa a última posição da série, sem pontuar, e outro resultado que não a vitória deita por “terra” as suas aspirações, pelo que Bodunha e comandados terão de se aplicar para ultrapassar um adversário esclarecido, cujo técnico afirmou, a sua chegada a Luanda, ser igualmente propósito conquistar os três pontos.

Em função disto, prevê-se um desafio equilibrado, apesar do factor casa dos petrolíferos que têm de ganhar, os três desafios seguintes, e depender do desempenho dos outros concorrentes, num grupo liderado pelo Wydad Casablanca do Marrocos com nove pontos e praticamente apurado à fase seguinte.

A formação sul-africana tem quatro pontos, os mesmos que o Horoya da Guiné Conacry, e, além da posição classificativa, leva ainda vantagem sobre o Petro quanto ao saldo de golos, pois marcou dois e sofreu quatro, enquanto a equipa angolana consentiu cinco golos e não marcou.

Para o mesmo grupo, jogam também terça-feira Horoya FC-Widad de Casablanca.